sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Porque a CIT está deixando o Mural

Diante do que vimos recentemente no Mural do saite de Bom Conselho, não nos restou alternativa a não ser proibir nossos funcionários, qualquer um, de participação neste grande painel de informações. Poderíamos começar por qualquer dos ítens dos que nos influenciaram, eles são igualmente importantes.
Mas comecemos pela censura. Enviamos um e-mail para o editor do mural reclamando de sua censura a um texto nosso publicado abaixo neste Blog. Pasmem, este e-mail foi também censurado. Aqueles que o receberam (mais ou menos 100 pessoas da minha pequena lista de bom-conselhenses) podem verificar que falta uma parte do texto, considerado por nós de importância para entender a mensagem. Assim o texto não foi retirado, foi mutilado. Conheci o Saulo, um homem correto, calmo, decente, e como ele diz em mensagem por nós recebida, um homem simples e estudante de Direito. Ele não pode ter feito isto. Deve ter sido mal assessorado. Reconheço que o desejo pela imortalidade está tisnando os valores de alguns. Mas, ainda cremos que é melhor um mortal decente do que um imortal alma sebosa. No entanto, não poderíamos continuar como se nossas mensagens fossem Ulisses e nós fossemos a Penélope esperando seu regresso no Mural.
Outro motivo foi o Andarilho. Não foi pelo o que ele disse ou porque ele é mau. Mas pelo que não sabemos que ele é. Quando fala de religião ele deve inchar o pescoço ficar vermelho, pressão nas alturas. E se ele for um senhor de idade e tiver um enfarte. Não, não queremos este sentimento de culpa. Quando ele se revelar poderemos travar novos e calorosos embates, ele lá e nós cá.
Ligado a este motivo, mas um tanto diferente, foi o que escreveu o senhor Paulo Tavares sobre a Academia e sobre o Andarilho. Não o conheci pessoalmente, mas pelas suas fotos ele já é um senhor de idade. No entanto parece forte e não corremos o risco de ao respondê-lo causar qualquer problema à sua saúde. Se ele considerar, como consideramos que discordância não é ofensa pessoal, estaremos livre desta ameaça.
Então vamos lá. Só quem fala hoje em Academia Bom-conselhense de Letras é o senhor José Taveira Belo, repetindo um pouco os textos de um ou dois anos atrás. Até o Andarilho, seu ídolo, só fala: Academia de Letras, Artes, Ciências e Tecnologia de Bom Conselho, uma corruptela do título sugerido pelo nosso ex-diretor José Carlos Cordeiro. Academia só de letras é apenas uma tentativa de macaquear nossa Academia Brasileira de Letras que macaqueou a francesa. Hoje, estas letras que escrevemos aqui são formadas de 0's (zeros) e 1's (uns). Outras formas de expressão e conhecimento devem ser abordadas e terem os seus espaços. Onde deverão estar os excelentes músicos que temos? Os Artesãos? Os cantores? Os cientistas? E os xilógrafos (leram a bela e oportuna informação do imortal Jordalino Neto na Academia Virtual sobre Dila?). Isto tudo é para perguntar: Por que não PEDRO DE LARA como patrono? Foi um homem sério, trabalhador honrado, grande artista, divulgador de nossa terra, não matou nem mandou matar, nem bateu a bota na saída da cidade para não levar a terra de Bom Conselho. Devemos esperar um teatro? Não. Elitismo tem limite.
Depois o senhor pergunta: quem foi o "fraco das idéias" que "bolou" o afastamento do Andarilho da academia? Pelo que pesquisamos, o primeiro foi Alexandre Tenório, o segundo o José Arnaldo Amaral com a anuência do José Taveira Belo, depois nós no artigo em que fomos censurados. Confesso que destes só nós nos consideramos fracos das idéias, os outros três deveriam ser imortais de nossa academia. Um já é imortal. Dois deles saíram, porque ficarmos? Ou o senhor sabe quem é o Andarilho? Para nós, é um ex-seminarista jesuíta que anda perguntando se chinês tem alma.
Enfim, a CIT se retira do mural e vem para o seu Blog, mas não esquece Bom Conselho, isto é impossível. Está no sangue.

Cordiais Saudações
Diretor Presidente

Nenhum comentário: