sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

10º Encontro - Complemento

Os comentários dos conterrâneos Edjasme Tavares, Carlos Sena e Ana Luna (de coração), numa forma de diálogo comigo, onde eu falo mais do que eles (desculpem, todos já conhecem minha prolixia) são publicados como contribuição valiosa ao meu artigo.

----------------------
Ana Luna

Lindo....lindo......é tão maravilhoso o que acontece na festa , que as mazelas não são esquecidas mas amenizadas......bjussssssss
Ana Luna ...chegando de Pe e....lendo tudo .....observando....analizando....ah! amei o texto da Lucinha, bem escrito, atenta e delicada.

Ana,

Recebi seu e-mail encaminhado pelo Zé Andando e mais uma vez lhe agradeço a gentileza dos seus comentários. O encontro foi uma festa supimpa. Infelizmente não pude ir. Só as notícias chegam, e as más chegam mais rápido. Mas enfim somos humanos. Peço-lho perdão se, ao aproveitar uma má redação de uma boa intenção não resisti em comentar sobre o seu noivo, numa forma carinhosa de humorismo. Peço perdão a seu noivo também, embora sabendo que um "pão" daqueles (com todo o respeito, o vi nas fotos) jamais deixaria de perdoar a esta pobre escriba. No próximo encontro o exploraremos (no bom sentido) sim.Tudo isto é para pedir autorização (são normas da empresa) para publicar o seu comentário e mais qualquer coisa que você tenha a dizer. Basta dizer, permito. Se não permitir, não precisa responder, pois fique certa que já nos proporcionou as devidas emoções. Obrigada e Abraços.

Lucinha Peixoto.

Querida sim, Lucinha!

Jamais pensei em você fazendo algo que me aborrecesse....ao contrário , adoro a forma como se expressa. Comentei no site sobre a "exploração" do meu Portuga, como carinhosamente o chamo, para explicar o porque da nota. Sempre que quiser publicar o que escrevo, fique a vontade, não precisa pedir , eu sim, agradeço todas as vezes que gentilmente vocês me citam. E.....olha, quem "explora" o noivo sou eu.....de carinho , atenção, afagos....hahahaha
beijos sinceros

Ana Luna

------------------------

Diácono Edjasme Tavares

Lucinha
Até que sua mensagem valeu, pois, botou o nosso juizo para funcionar, despertando várias ideias, dando "regulagem" em uns e aplaudindo outros. Lamentei demais não termos terminado o circuito rural. Tinha muito interesse em passar em Calodeirões, pois, na minha juventude fui dezenas e dezenas de vezes por lá. Agora, ao tomar conhecimento que o seu PRESIDENTE estava com a "barraca armada" para receber os amigos, fiquei triste porque além de não ter ido com meu irmão Paulo Tavares visitar a sua tenda em Caldeirões, não completei meu prazer e nem do meu estimado irmão. Tem o velho costume, tradicional de nossa terra que diz "o coração pediu, o coração opinou, o coração bem que me disse". Pois, aconteceu comigo, quando meu coração apitou: - vá de carro, chame seu irmão e seus amigos; você não tem carro? - mas, aconteceu a acomodação.
Querida (com todo respeito) Nicinha, nada a reclamar, já estamos mais próximos de 2010 para um novo encontro. Vamos juntos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Com a graça de Deus

Diác. Edjasme

Caro Edjasme,

Sempre é um prazer e uma honra receber um comentário seu às nossas mal traçadas linhas. Entendi o porque de sua não passagem por Caldeirões, mas não faltará oportunidade. O único problema foi, segundo o Diretor Presidente, controlar o pessoal com a quantidade de álcool sobrante. Ele teve que levar o povo da localidade a cometer o pecado, venial eu penso, de tomar umas pequenas doses. Às crianças, só refrigerantes. Fizeram o seu encontro particular, e ficou conhecido como o Encontro de Caldeireiros. Espero que no próximo ano possa realizar o 2º, agora com a sua presença e a minha.Tudo isto é para lhe pedir permissão para publicar seus comentários como complemento do meu artigo. Como sempre, basta dizer permito, ou pode escrever o que quiser a mais. Se não permitir, fique certo que agradecemos do mesmo jeito. As emoções já foram sentidas, agora só queremos que os outros as sintam.
Que Deus nos proteja, abraços

Lucinha Peixoto

Está permitido

Com a graça de Deus

Diác. Edjasme

-------------------------
Carlos Sena

Pois é, Lucinha. Estive lá e gostei. Só que gosto é meio como "C" cada um tem o seu. Agora bom gosto é outra história que a gente pode filosofar. Considero-me de bom gosto e, como gosto do bom senso, asseguro que gostei, pois é muito bom "fazer cortesia com o chapéu dos outros". Quirino, bom ou ruim, fez a festa acontecer. Quem, por acaso tenha algo a acrescentar, pois o faça. Claro que houve senões, mas tudo na vida é processo, pois enquanto a festa não integrar o calendário turístico da cidade, via prefeitura, será sempre assim. Pessoa ´física tem limites e fazer eventos requer norrau (falo assim mesmo) e este é próprio dos profissionais de eventos o que não é o caso do meu amigo Quirino, posto que seu labor é engenharia.
Juntemos todos e façamos melhor, se for assim.

csena

Caro Carlos,

O nosso colega Zé Andando adorou "norrau". A proposta dele de implantar o Brasileiro, em vez do Português, no país passa por aí. Estou aqui para agradecer os seus comentários. Cometerei a grosseria de discordar um pouquinho de você quando diz que o labor de Quirino é engenharia. Eu penso que ele já é turismólogo pela experiência adquirida no Encontro, embora isto seja só uma hipótese, não o conheço pessoalmente. E, repito, os políticos estão despertando para festa, não se apoquente, ela breve estará no Calendário. O nosso Diretor Presidente, ao ficar em Caldeirões esperando o "tour rural", e deparar-se com a quantitade de bebida que sobrou, resolveu, junto com o povo, criar o 1º Encontro de Caldeireiros. Sendo a CIT uma pessoa jurídica espero o 2º no próximo ano. Espero que você esteja lá e eu também.
Carlos, mesmo dentro das discordâncias, não desisti ainda de formar a nossa dupla sertaneja. Como sempre ocorre, esta xaropada toda é para lhe pedir permissão para publicar seus comentários (norma da empresa). Basta dizer permito, ou escrever o que você quiser a mais. Se não permitir fique certo que adorei os comentários. Abraços

Lucinha Peixoto.

pOIS É, LUCINHA. NÃO GOSTO MUITO DESSE EXAGERO DE INGLÊS QUE INVADE NOSSA LINGUA. ADORO NORRAU E OUTROS QUE SEMPRE FALO. AUTORIZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZO PUBLICAR O MEU E-MAIL SOBRE A FESTA DOS PAPACACEIROS.
A DE CALDEIRÕES DOS GUEDES VAI FERVER, POIS CALDERÃO BOM NÃO NEGA FOGO.

-----------------------
Depois de pronto este tópico recebemos um e-mail do nosso grande músico José Póvoas que publicamos com os nossos sinceros agradecimentos. Devido a pressa em publicar este tópico não pedimos autorização para publicá-la. Caro Póvoas se houver qualquer problema, desculpe-nos, avise-nos e a retiraremos do ar. Muito obrigada.

José Póvoas

LUCINHA PEIXOTO, ME PERMITA TRATA-LA COMO AMIGA: GOSTEI MUITO DO CONTEÚDO DESSA MENS, PRIMEIRO: MOSTRASSE UM Q.I. ALTO, RELATANDO TODO EVENTO, SEM FERIR A OU B. PARABENS A VOCÊ, E A TODOS DA CIT..MUITA GARRA;;;;

---------------------

Lucinha Peixoto
Coordenadora Administrativa

Nenhum comentário: