quarta-feira, 15 de abril de 2009

MURAL DO BLOG - Página 3

***************
***************
Este é o nosso Mural. Aqui serão publicados textos curtos e menos elaborados do que nas postagens principais. Isto não implica que eles não sejam importantes, apenas que tem outros objetivos no seu caráter informacional. Serão recados rápidos, réplicas ligeiras e até mesmo desabafos. Com a continuação estes objetivos irão cada vez ficando mais claros.

Para participar enviem-nos e-mails para:
muraldoblog@citltda.com , com seus nomes completos. Serão aceitos pseudônimos, desde que antes nos mande mensagem declarando sua verdadeira identidade, que prometemos manter no anonimato.

Nosso conselho editorial escolherá aqueles que serão publicados, o que será feito o mais rápido possível.

O critério fundamental para publicação é o respeito à moral e aos bons costumes. O que vem a ser isso só o tempo dirá já que seremos os julgadores. As normas se adaptarão e serão melhoradas com casos concretos. Temos que começar de alguma forma. Ajudem-nos a melhorar nosso Mural, participando.


***************
***************
Ilustre Caliel:
Obrigado pelas suas palavras.

José Póvoas:
O gênio da família é vc, pois veio primeiro.

Eliúde:
A menina de Pau Grande desabrochou e hoje está nos brindando com belos textos. Parabéns

Maria do Socorro Guedes Leite:
Ainda lembro de sua mãe. Fui colega do seu irmão, acho que no Ginásio São Geraldo. Se não me falha a memória a sua genitora faleceu no hospital da cidade, e foi uma comoção geral.

abraços fraternos
Gildo - gildopovoas@hotmail.com
10.09.2009
***************
Mais uma vez, maravilhoso o artigo da Eliúde. Calou fundo em mim e, acredito, deve ter sido importante para outros que como eu, optaram por ocupar um lugar longe da "terrinha", porém sem perder os vínculos que nos unem. Independente do nível e do local, acho que todos sentiram o impacto social e cultural com a mudança para o "sul maravilha" ( atropelando a geografia, também engloba o centro-oeste e o sudeste). Belíssimo artigo.

Beto Guerra – Brasília - alberto.guerra@uol.com.br
09.09.2009
**************
Resposta a um amigo

Prezado Felipe Alapenha: deixe que a hora lhe convenha! Escreva quando puder e quando tempo houver. Idéias não lhe vão faltar. No seu pensar, elas podem até escassear. Mas não lhe faltarão. Ah, isso, não!

Do tempo, a gente dispõe. E nele, a idéia se justapõe. Volte a escrever, breve. Se o tom é leve, não é pesado; que seja do seu agrado. Diga o que pensa, pois você bem pensa. Essa é a diferença. E você diz que escreve pouco. Mas o pouco, pode ser suficiente. Quando esse pouco é inteligente. Escrever muito, não é tudo. Vale o conteúdo. A essência no escrever. A decência e o saber dizer. Algumas palavras bem-ditas, anulam laudas e laudas mal-escritas. Muitas destas são natimortas: vazias, ocas, emviesadas, tortas.


Quanto aos verborrágicos, se não são comediantes, ou infamantes, são trágicos. Deixe que passem. E que se entrelacem. Felizes ou infelizes, eles não sabem o que dizem. E se contradizem. Porque falar não é dizer. Também não é fazer. Falar, muitas vezes, é tagarelar. Pode ser bisbilhotar. Que sirva ou não sirva de apanágio, lembre-se do adágio: "Falou, falou e não disse nada!" Pra esses, melhor seria boca calada.

Linsonjas, elogios? Se aos seus brios fazem bem, a nós também! Mas não é isso que pretendemos. Não há vaidade, queremos só disseminar a verdade. Sem alarde. São sentimentos que, por momentos, chegam sem pretensão. Embalados em consideração.//.

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
09.09.2009
***************
Caro Gildo,

Agradeço suas palavras de incentivo à CIT. Fazemos o que podemos. Bom Conselho é a causa. E parabéns pela última Palavra.

Prezada Maria Caliel,

Foi bom você alertar para o sucesso de Eliúde. Por via das dúvidas, quando saio assim no feriadão levo minha cadeira. Esta menina vai longe. Agora vive passando na cara de Lucinha o e-mail que recebeu da França, do Walter Pontes. Já pensou: de Pau Grande a Paris?

Diretor Presidente – diretorpresidente@citltda.com
09.09.2009
***************
Caro Alexandre,

Faz algum tempo quero dar-lhe os parabéns pelo artigo sobre Jorge Torres. Para quem gosta de futebol ele foi o melhor técnico, e para todos foi um grande homem.
Não posso deixar passar a oportunidade de contar um pequeno “causo”. Adalberto era irmão de Pedro Muiado, a quem já me referi em outro artigo. Num treino comandado por Jorge Torres, Adalberto me dizia:
- Sabe porque Adeildo joga bem? Porque ele procura a bola!
Minutos depois Jorge Torres chama Adalberto e diz:
- Você vai jogar naquele setor, marcando homem a homem o ponta direita.
Dentro de minutos lá estava Adalberto correndo atrás da bola em todos os cantos do campo. Jorge Torres gritava:
- Adalberto, tás maluco, o que estás fazendo aí?
- Tou procurando a bola, seu Jorge!
Foi barrado na hora pelo grande técnico.

Jameson Pinheiro – jamesonpinheiro@citltda.com
09.09.2009
***************
Caros amigos,

Mais uma vez me sinto lisonjeado, principalmente porque os elogios partem de dois "monstros" da escrita, os quais eu admiro muito. Voltarei a escrever em breve sim, mas para isso eu preciso de idéias. Como vocês já devem ter percebido, escrevo pouco para o blog, porque sempre tento mandar o melhor de mim, e assim evitar a verborragia infelizmente cometida às vezes por alguns dos nossos companheiros de clube, mas que não diminuem em nada a qualidade do Blog da CIT.
Um forte abraço

Felipe Alapenha - f_alira@hotmail.com
09.09.2009
***************
PARABENS A CIT, POR PUBLICAR ESSE PENSAMENTO LINDO. PARABENS, AO GILDO, GÊNIO DA FAMÍLIA PÓVOAS. QUE O MESTRE DÊ MUITA LUZ E GARRA A TODOS VCS..ABRAÇO.:

José Póvoas - jpovoasneto@hotmail.com
09.09.2009
***************
Ilustre Diretor-Presidente e todos da CITLTDA,

Nota 10 para Eliúde no comando do Blog. Ela assumiu e deu o recado como ninguém.
Enquanto todos assistiam ao desfile da Independência ou Morte, ela ficou sofrendo
e trabalhando. Desse jeito, se ela continuar com essa pompa toda, vai terminar sendo
um dia a Diretora-Presidenta.
Abração

Caliel - mcaliel@hotmail.com
08.09.2009
***************
Prezado Gildo,

Parabéns pelo seu belo artigo. Definir a palavra, é bastante complexo e vasto.
Através desta definição, você revela seu potencial e sua capacidade de analisar
e conhecer a força da palavra. Lembrei-me de uma frase de Confúcio:
"Sem conhecer a força das palavras é impossível conhecer as pessoas"
Um abraço

Caliel - mcaliel@hotmail.com
08.09.2009
***************
Prezada Eliúde,

Cheguei de Bom Conselho, agora há pouco. - O problema é que seu amigo e presidente Lula foi e é pré-moldado. Mas não é prematuro. Assim mesmo: um com hífen, outro sem hífen (tudo pegadinho.)

Quanto ao texto do DP - 7 de Setembro -, ainda vou ler. E fico aguardando o seu, que, como você mesma diz, ele está sendo acelerado. Suponho tratar-se de obra do PAC da Dilma Rousseff. Como vê, não deixa a esfera do governo federal.

Seu texto NÃO é celerado, é acelerado. E vem pré-condimentado. É quase um acarajé. Deve ser uma mistura de iogurte com acarajé. Por isso, deve vir melhor ainda.

Abraço, Zé Fernandes - jfc1937@yahoo.com.br
08.09.2009
***************
Eliúde Villela

Grato por suas informações e comentários. Abraços,

Walter Tenório Pontes - walterpontes@wanadoo.fr
08.09.2009
***************
Eliúde!

Adorei esta lembrança de Bom Conselho, saí desta linda cidade com apenas 15 anos para morar em Rondonia juntamente com meu irmão mais velho Neto, não sei se lembra somos da família Guedes minha mãe foi dona do Hotel Bom conselho.Voltei na lembrança quando fazia nosso ensaios no colégio Bom Conselho, para tentarmos sermos o campeão no dia 7 de setembro.
Bjs

Maria do Socorro Guedes Leite - guedesleite@yahoo.com.br
08.09.2009
***************
Ilustre DP e companheiros da CITLTDA

Nunca é demais agradecer o empenho e trabalho de todos vocês. Porque todos juntos fazem a grande diferença no meio da nossa comunicação virtual. Sim, porque vocês vão, não esperam o leitor chegar até vocês. E fico muito feliz quando abro a "telinha" e recebo alguma mensagem de vocês.
Parabéns e continuem firme,
abraços fraternos

Gildo - gildopovoas@hotmail.com
06.09.2009
***************
Olá todos da Citlda:

Sempre é e sempre será um enorme prazer ler os escritos da Ana Luna, seja feriado,chovendo ou fazendo sol. O estilo leve e limpo com que a Ana move com as palavras nos motiva a querer cada vez mais conhecer e ler, conhecer e ler.
Abraços fraternos

Gildo - gildopovoas@hotmail.com
06.09.2009
***************
Caros Todos,
Estou afogueada pelo acúmula de mensagens que se referem a mim. Estou preparando respostas para todas, não as esqueci. Aqui é só um agradecimento de uma pessoa ocupada. Tenho muito para dizer a todos vocês, mas por favor, aguardem. Um abraço
Lucinha Peixoto - lucinhapeixoto@citltda.com
03.09.2009
***************
Conterrânea Lucinha Peixoto,oum boa noite!!!!

Só agora, assistindo a exibição da novela de hoje, caiu a ficha que estamos nos aproximando do momento de abandonarmos o “Caminho das Índias”. Eu como não sou machista de plantão sou é noveleiro de plantão (das novelas das oito da TV Globo), já comecei a sentir saudades desse "Caminho". Para mim as novelas, mesmo que alguns não consintam comigo, são uma oportunidade de apreciar as diversas personalidades (mesmo que às vezes caricatas) que zanzam em nossa sociedade. Como levo uma vidinha sem muito envolvimento com o dito povão e povinho (minhas zanzadas são de casa para o clube e do clube para casa) aproveito as novelas para observar e analisar as condutas humanas, nos diversos personagens que os autores apresentam à nossa imaginação.
Como acompanhei sua “inspiração para escrever sobre a Índia, novela, Bom Conselho, castas, religião, etc”, resolvi estimular essa sua veia de escritora a ter uma nova inspiração e voltar (quem sabe?) ao Caminho das Índias. Por isso estou te enviando um texto sobre o Hinduísmo, extraído do Capítulo 5 do livro O Tao da Física, de Fritjof Capra. É brincadeirinha Lucinha, não se sinta pressionada para ter tal inspiração. Na verdade, o texto (que é pequeno - apenas quatro páginas) está sendo enviado para que ele propicie (se é que você ainda não o leu) a sua imaginação compreender um pouco mais a bela e pitoresca cultura Indiana.
Sem mais conversa mole, aí vai o texto. Me dê noticias da leitura.
Um abração

Roberto Lira. - rjtlira@yahoo.com.br

P.S. – A próxima novela é “Viver a Vida”, por algumas cenas propagandísticas, entre estas, personagens jogando tênis, tenho a esperança de continuar um noveleiro assíduo. E VAMOS “VIVER A VIDA”.
03.09.2009
***************
Agradeço a conterrânea Lucinha Peixoto pelas citações que tem feito aos meus contos, peço permissão para referir-me à senhora como amiga, uma boa amizade faz parte do meu querer, e a senhora é muito agradável para se ter um bom companheirismo. Certa vez lhe falei da necessidade de se estar muito atento, a fim de sempre fechar um conto sem coincidência. Tenho para mais de uma centena de contos no computador, e mais alguns no rascunho prontos para entrarem na máquina. Naturalmente que serão feitos as correções ortográficas na ocasião de enviar para o editor. Cada conto é registrado em cartório a fim de evitar fraude, não devo publicá-los sem me salvaguardar. É esse meu recado em agradecer sua bondade em ler, como sempre falo, minhas inocentes mentirinhas. Forte abraço do amigo e conterrâneo.

José Tenório de Medeiros. - zzetenorio@uol.com.br
03.09.2009
***************
Amigos (as),

Por julgar convenientes, faço aqui estas observações: 1. Registro a bondade do Gildo Póvoas. O Gildo diz que é admirador do que escrevo. Só tenho motivos para agradecer ao Gildo por esses gestos de civilidade e cordialidade. E dizer que também sou seu leitor e admirador das suas crônicas. Isso não é "jogar confetes". São palavras verdadeiras. 2. Aplaudo a chegada do Roberto Lira ao blog da CIT, por ser fato fato alvissareiro. Ele veio para mais engrandecer esse blog. Parabéns ao Roberto Lira e à CIT. Mesmo sabendo que o blog da CIT já estava grande e adulto, temos de reconhecer que, quando somamos valores positivos a uma unidade, essa unidade só tem a ganhar. 3. Registro, também, o tom sério e bem-humorado, ao mesmo tempo, das jocosidades da Lucinha. Ainda mais porque ela NÃO batiza índio na porrada. Nem quer ninguém indo a pulso para o céu. Também porque a Lucinha NÃO diz que escravo não tem alma. E ela pergunta de onde foi tirar essa palavra! - do Houaiss, Lucinha! Mas, por falar em alma, indago-me se gente tem alma! - É isso./
Abraços a todos (as),

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
02.09.2009
***************
Amei o artigo da Xereta mais inteligente que conheço!!!! beijos Lucinha, beijos enormes !!!

Ana Luna - anammluna@yahoo.com.br
01.09.2009
***************
Caro Edjasme Tavares,

Lucinha me falou de sua citação de meu nome. Pelo ar de inveja notei logo que o senhor havia falado bem de mim, a pecadora não toma jeito. Fui lá ver e fiquei muito feliz. É um mais uma incentivo. Que Deus lhe proteja.

Eliúde Villela – eliude.villela@citltda.com
01.09.2009
***************
Conterrânea Lucinha Peixoto, bom dia!!!.

É só alegria, alegria. É como diz o Krishnamurti “Da Insatisfação a Felicidade”. Alegria, alegria é do Caetano Veloso (“Caminhando contra o vento - Sem lenço e sem documento - No sol de quase dezembro - Eu vou...”), olha o Alzheimer Roberto.
Quanto ao conterrânea, não sei se você nasceu em Bom Conselho , se nasceu é conterrânea. Se nasceu em Caldeirões é conterrânea. Se nasceu no planeta terra é conterrânea, pois todos somos parte da “Mãe Gaia”. Como você vê, pelo menos se eu não acreditar em um Deus homem, eu me balanço todo pra deusa Gaia (mitologia) - a deusa Terra, mãe natureza. Se bem que, a deusa Gaia que me (co)move não é a da mitologia é a da “Teoria de Gaia”, de James Lovelock (ver em “Teia da Vida, de Capra). Mas isso é outro papo, deixa pra lá.
Este breve e-mail, breve porque eu vou continuá-lo mais tarde, quando eu voltar do meu treinozinho (eu não posso deixar a perninha do tenista atrofiar). Digo, este breve e-mail é só para lhe encaminhar o arquivo do livro que você esta procurando na rede, para que você possa encaminhá-lo para biblioteca, beleza?.
Só pelo trecho inicial do parágrafo que você disponibiliza: “... nesta era moderna de cosmologia, evolução e genoma humano, será que ainda existe a possibilidade de uma harmonia satisfatória entre as visões de mundo científica e espiritual? Eu respondo com um sonoro sim! ...”, eu já vi que vai ter jogo (parece que pegamos essa abelhinha Cléomenes). Pode esperar que ESSE EU VOU LER. “Hare baba!!!” .
Mais tarde, vou aproveitar e enviar, diretamente para biblioteca, um outro livro na mesma linha desse do Collins que se chama ”O Tão da Física”, de Capra. Neste o Capra traça um paralelo entre a Física Moderna e o Misticismo Oriental. Acho que vai ser uma boa essa corrida com Collins, o Capra e também o Dawkins.
O complemento do e-mail vai ser costurado mais tarde, quando eu voltar do treino, se o meu treinador não exterminar a “máquina gênica” que mantém vivo esse meu “meme egoísta” do tênis.
Uma auspiciosa manhã. “Atchá”!!!!!

Roberto Lira - rjtlira@yahoo.com.br
29.08.2009
***************
Amigo Gildo,

eu é que lhe agradeço por você ter feito eu voltar no tempo e lembra-me da brincadeira de cinema, era realmente como você mencionou, uma caixa de sapato com uma lampada com agua( para dar o aumento da imagem) outra lampada atrás para alumiar e a fita passava de cabeça para baixo e saia do outro lado normal, lembre-se que para colar a fita nós usávamos esmalte de unha incolor, tudo isto veio a minha mente quando você mencionou o nosso cinema de menino, e realmente era Chiquinho quem nos dava os restos de fita cortada.

Alexandre Tenório - tenoriovieira@uol.com.br
29.08.2009
***************
Lucinha,

Você é genial. Mas, que história é essa de "...não vá ficar zangado com o que vou confessar aqui"? Eu estava mais sério do que um porco mijando, lendo seu texto. E quando cheguei na última página, dei uma de doido: fiquei rindo sozinho um tempão. Se chegasse alguém na sala, naquela hora, iria dizer que endoidei total. Porque doido quase total, eu já sou. E esse riso repentino começou quando você disse que só pode ser eu ou um meu ancestral que está atirando no pobre veado, o "bambi".

Outro dia, eu disse num dos meus textos, que o meu avô paterno gostava de caçar e pescar. E agora você trouxe o complemento: o caçador que está atirando no "bambi" é o meu avô paterno, João Fernandes da Costa, de saudosa lembrança.

E como eu não duvido, nem um pouquinho, de que sobrou "bambi" em Papacaça, suas palavras soam como profecias: no próximo Encontro dos Papacaceiros, se eu comparecer, vou me dar mal.

Mas antes dessa sua tirada do "bambi", eu já havia saído da seriedade do porco mijando. Foi quando você falou do físico do Oliveira: "...físico de tísico que parou o tratamento..." (palavras suas.) E já que estamos falando de caças, aproveite e aconselhe o Oliveira a tomar Capivarol. Suponho que o inventor dessa emulsão, sonhou que estava sendo roído por uma capivara. Para se precaver, ao acordar, criou a fórmula do Capivarol.

Agora, só me resta agradecer-lhe pelas referências elogiosas ao meu texto. É isso.

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
29.08.2009
***************
Q coincidencia, Bira esteve aqui em casa e comentou sobre seu Chiquinho, q ele alugava bicicleta e sobre os episodios do cinena o qual eu apreciei. Arnaldo tb foi um desses meninos q iam fazer presepada com seu Chiquinho. Qdo o filme quebrava o pessoal gritava " Tá roubando seu Chiquinho " e seu Valdemar ficava uma fera qdo isso acontecia, são muitas historia a respeito de seu Chiquinho q DEUS o coloque em bom lugar.

Niedja Camboim - niedjacamboim@hotmail.com
29.08.2009
***************
Carissima Lucinha...

Se O ANDARILHO madruga, não é bem o meu caso, mas também não tardejo (existe essa palavra? se não existe acabei de inventar). Já vai aí, uma diferença entre eu e O ANDARILHO, pois ele escreve e a gente vai conferir e tá lá no pai dos burros chucros. Mas, IP é IP (risada). Impissionante seria se nosso diretor presidente fosse O ANDARILHO. Jogada de gênio jogar pra torcida que o Fantasminha assombra Bom Conselho, e descansa nas nuvens da Bahia (kkk).
Mas isso não importa, com o suspense fica melhor ainda. Quem sabe lá pras bandas de novembro ou dezembro ou seja lá quando for, a gente descubra quem é, e ai babal! Só quando alguém criar outra curiosidade.
Agora fiquei em dúvida, se O ANDARILHO sou eu, o Diretor Presidente; o Pedro Ramos ou o amigo misterioso da Socorro Godoy...HELP! (KKK).
Abraços.

Alírio Cavalcanti - aliriocavalcanti@ig.com.br
29.08.2009
***************
Gostei do texto de Felipe Alapenha. Eu estou com muitos email pra lê e qdo mandei ontem parabenizando a vcs esqueci de dizer q estava atrasada nos email. Todo dia tenho muita coisa pra lê como email, blog, site de bc, orkut de bomconselhope e fazer pesquisa. É muita coisa, ufa!!!!!
Se algum de vcs etiver orkut dê uma olhadinha pra ver os evento de nossa cidade.
Abraço.

Niedja Camboim - niedjacamboim@hotmail.com
29.08.2009
***************
Caro Alexandre,

Em primeiro lugar quero lhe cumprimentar pelo seu artigo sobre o nosso Chiquinho. Uma coisa, no entanto me chamou a atenção nele, além de Chiquinho. Foi o que você mencionou a respeito do seu material de trabalho durante muitos anos: Os projetores do Cine Brasília. Foi uma pena o que aconteceu. Umas peças que, além de servirem de trabalho para ele, serviram a uma comunidade inteira durante muitos anos, agora podem virar pregos e parafusos, senão armas ou outras coisas. Daqui a pouco venderão os sinos das nossas Igrejas, as imagens dos nossos Santos, como venderam o busto de Lívio Machado e como já destruíram grande parte do nosso legado cultural, em suas variadas formas. Tudo que é velho vira lixo e cabe na carroça de Raimundo Chato. É uma pena que isto tenha acontecido. Uns dirão é o progresso. E breve, quem sabe, nosso Colégio N. S. do Bom Conselho poderá ser um grande hotel, pois o Cine Brasília já é Igreja Universal e Banco, o Cine Rex é Mercado de carne. Será que já derreteram o sax de Zé de Puluca? E nós, que também já somos velhos, brevemente, teremos medo de ir a Bom Conselho, pois podemos ser leiloados. Eu, por precaução já estou aplicando um “acaju” básico nos cabelos, para não correr riscos no Encontro de Papacaceiros. E o povo continua dançando. É uma pena!
Estou publicando os e-mails a mim dirigidos mas cujo foco são os nossos bons escritores e grandes colaboradores.

Diretor Presidente
28.09.2009
***************
Ilustre DP,

Primeiro, agradeço-lhe pela acolhida. Essa acolhida nunca me faltou. Outra: os filhos, ainda que pródigos, não se perdem no caminho de volta à casa paterna. É certo que alguns enveredam pelos meandros da perdição. Mas, nem todos.

Segundo, se você não tem o novilho para o regozijo, que mande buscar nas estâncias da Lucinha. Isso, com a permissão dela, claro. Porque a ela, um novilho a mais ou a menos, não faz falta. Tantos são os bezerros gordos pastando fogosamente nas terras da Lucinha. Mas, se ela julgar que a causa não é justa, tudo bem.

Como vê, a questão do bezerro, parece resolvida. Quanto a ter idade ou não, isso é o que menos pesa. Porque, se há disposição, a gente faz. E procura fazer bem feito.

E vamos comemorar em Caldeirão dos Guedes. Convide seus amigos e me avise. Prometo não fazer vergonha. E lá, não se fala do mote do Luiz Mott. Porque o povo de Caldeirão não entra nessa de disparada gay, não.

Como você bem diz, eu não gastei nada, na minha ausência. Mas não disponho nem dum cabrito magro. Aliás, não disponho nem de um frango, porque, conforme você deve ter notado nas entrelinhas, eu NÃO gosto de frango. Prefiro carne vermelha!

No mais, um abraço do amigo,

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
28.08.2009
***************
Ilustre DP:

Parabéns pelos dois belos artigos publicados recentemente, o do José Fernandes, que sou seu admirador, e o do Alexandre Tenório.
Um belo resgate que o Alexandre nos proporcionou; conheci o sr. Chiquinho, como todas as crianças da nossa época o conheceram. Além de projetista, alfaiate, ele, o Chiquinho, confeccionava os cartazes dos filmes, e nesta arte ele era imbatível. Cartazes com as fotos das cenas e com letreiros sobre um papel, na maioria das vezes verde, com letras bem desenhadas em tinta azul. Sempre que saia do Grupo Escolar, passava obrigatoriamente em frente ao cinema e quando era troca de cartazes era feita pelo próprio Chiquinho e esta era a oportunidade de pegar restos de fitas de filmes que eram cortados. Ganhei muitos pedaços de filmes e com eles montei o meu cinematógrafo que consistia em uma lâmpada queimada(lógico), tirava-se o bocal, colocava-se água, armava-se dentro de uma caixa de sapato,com um furo quadrado do tamanho da fita do filme, e com uma lanterna focada na lâmpada, a luz passava e a imagem era refletida na parede. Assim passava as tardes de criança, a brincar, graças aos pedaços de filmes ganhos do sr. Chiquinho. Que Deus o tenha!
Obrigado Alexandre por acender a minha memória sobre esta fase da minha infância.
Abraços fraternos a todos da Citltda.

Gildo Póvoas - gildopovoas@hotmail.com
28.08.2009
***************
Com as atividades aqui na CIT e com os meus escritos, usando meu estilo gaivota (a Lucinha odeia isto...) não tive tempo de responder publicamente três notas de pessoas da minha mais alta estima e consideração e que estou fazendo hoje.

Amiga Caliel,
Você sempre me incentivando. Agora eu continuaria escrevendo mesmo que só você me lesse. Espero não decepcioná-la e continuar tendo seu interesse em meus rudes textos. Mais uma vez obrigada.

Caro Jose Fernandes,
Obrigada por suas gentis palavras que sei são sinceras e espero que o Machado de Assis e o Graciliano não estejam se revirando no túmulo com raiva de mim, principalmente, como você diz, o Graça de quem tentei imitar a morte da Baleia. Em São Paulo também tive meus dias de Capitu, espero chegar lá... Obrigada mesmo.

Caro Roberto Lira,
Vi num artigo em que comenta Lucinha você dizer que gosta dos meus escritos e pedindo desculpas pelos erros do seu português ruim no seu “A Saga do Bicicleteiro”, que li e posso dizer: Ah! Se eu tivesse um português assim, me esforço pois o José Fernandes me lê e a Caliel também, estes são “os cobras” de nossa língua, eu digo que não escrevo, só uso as letras. O Cleómenes queria um dia que eu lesse este livro que você fala do bicho egoísta, como diz Lucinha, “Hare baba!”, não passei do início, agora estou relendo O Pequeno Príncipe, já que dizem que tenho fã clube, sou menina sapeca e tenho lindos cílios, quem sabe serei Miss. Nasci no Pau Grande lá em Bom Conselho mas prefiro hoje ser Miss Pernambuco, e evitar o cacófato (fui no dicionário, cruzes!). Obrigada pela menção honrosa ao meu nome.

Eliúde Villela – eliude.villela@citltda.com
27.08.2009
***************
Amei o artigo do Jameson !!!
Muito bom e muito bem colocado.
Como pude não colocar Pedro de Lara??
Imperdoável!! Obrigada, Jameson.
Amei conhecer os Pedros de Bom Conselho.
Os melhores perfumes nos menores frascos..
bjusssssssssss

Ana Luna - anammluna@yahoo.com.br
27.08.2009
***************
Prezada Lucinha:

Sempre leio os seus escritos e confesso que cada vez mais vc se torna primorosa em seus comentários,por isso tornei-me seu fã.
Obrigado pela citação.
Abraços fraternos

Gildo - gildopovoas@hotmail.com
26.08.2009
***************
Caríssimo(a) DP e Lucinha Peixoto:

Recebi os avisos da diretoria da CIT Ltda alertando sobre os novos artigos. Confesso que já estava lendo o da Lucinha quando chegou o aviso. Logo voltarei para ler o da Ana Luna e assim atualizar-me.
Para minha supresa, e já confesso que fiquei lisonjeado, a famosa colunista de Caldeirões comparou meu estilo ao de O ANDARILHO.
Se é que tenho um estilo, já que nem tenho espaço na Academia, ser comparado ao estilo de O ANDARILHO, me obriga a agradecer, pois sou fã número 1 dele, aliás! Quando coloca a possibilidade de O ANDARILHO e eu (Alírio) serem a mesma pessoa (pessoa? já que um dizem ser fantasma...), me desperta um interesse maior pelo site e pelo que escreve O ANDARILHO. Peço ao ilustre colunista O ANDARILHO, que não se sinta ofendido com tal comparação. Agradeço então a comparação. Quanto ao I.º Encontro dos Papacaceiros. Percebi um erro de avaliação na famosa colunista, o Evento e Festa não contou apenas com o casal anfitrião. Os LUSTOSAS estavam lá, sem contar com diversas pessoas de outras cidades de Pernambuco. Não dá para desmerecermos os LUSTOSAS, seria injusto, irreal e fora de propósito. Pense comigo Dileta incentivadora Lucinha: Os Lustosas estavam em bom número.
Havia entre eles...A cantora Paula Lustosa (representando os artistas da nossa terra); Lustosão (representando os desportistas da nossa terra, eis que chegou a ser profissional de futebol - hoje parece que é comerciante), Zepelin hoje comerciante mais em tempos idos garçon (representando assim, junto com os outros Lustosas, os trabalhadores e empresários e produtores rurais) e os jovens (representando nossa juventude e o futuro de nossa terra). Então minha caríssima amiga Lucinha; se olhar comigo a partir desse prisma, Bom Conselho estava ou não estava BEM representado? Agradeço portanto mais uma vez a oportunidade, comentários e comparação. Possibilitou evidenciar Os Lustosas; e para não deixar de reverenciar as mulheres, estava lá Dr.ª Lúcia, que junto com a Paula Lustosa, representavam não apenas a mulher Bom-Conselhense, mas também nordestina e brasileira. UMA FESTA SÓ! Até o Cardeal Primaz do Brasil abençoou, e então esse foi o ponto máximo! Abraços papacaceiros.

Alírio Cavalcanti (São Salvador, 25/08/09) - aliriocavalcanti@ig.com.br
26.08.2009
***************
Ilustre Lucinha!

Realmente estive fora do virtual por motivo da péssima recepção da Internet. Foram mais de tres meses
afastado do convívio com os amigos da página de nossa Bom Conselho. Mudei de operadora e normalidade está de volta.
Agradeço-lhe as palavras de incentivo quando se referiu a minha pessoa e da Ilustre Celina, escrevem bem. Duas palavras
mas de um significado grande para o ego de qualquer pessoa, até por que, foram escritas por uma intelectual que domina bem os escritos
sobre qualquer tema.
Obrigado e receba um abraço papacaceiro.

Etiene Miranda - etienemiranda65@hotmail.com
26.08.2009
***************
Amigos (as),
Tão logo cheguei de uma viagem de cinco dias, fui ver o Mural da CIT. Entre os fatos novos, já me deparo com a Eliúde escrevendo e escrevendo. Ninguém mais segura essa danada. Em Oropa, França e Bahia, todo mundo a lê. Quando eu disse que essa menina leva jeito, acertei. Ela vai longe. E, no início de tudo, também foi longe. Pois foi além de Guarulhos. Sem trancos e sem barrancos, ela vai desbancando a todos quantos inventem de se atravessar no seu caminho. Livre da blefarite, ela não veio para blefar. Veio pra deixar sua marca no mundo das letras. Sem as pestanas grudentas e ostentando lindos cílios, a Eliúde hoje tem até fã-clube. Um dos exemplos é a Maria Caliel. Machado de Assis e o Velho Graça (Graciliano Ramos) estão revirando-se nos seus túmulos.
José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
***************
Amiga Eliúde,

Só hoje que li seu artigo. Você está voando alto mesmo, minha Gaivota!
Quando recebo a msg do Diretor-Presidente, dizendo que tem outro texto de Eliúde. Apresso-me a ler.
Se fosse um livro, eu pulava todos os capítulos, só pra ver o final. Era assim que eu fazia na adolescência na ansiedade de ver como terminava a história. Mas, com seus artigos, vou ler calmamente, devagar, para não perder o sabor; tim- tim por tim-tim, desta história que nos encanta tanta. Estou adorando.
Um abração

Caliel - mcaliel@hotmail.com
22.08.2009
***************
Alexandre querido,

Saiba o quanto fiquei feliz com a sua explicação.
Apesar de querer saber mais, foi muito bom e sou grata por sua gentileza. Por exemplo, pq a Rainha da Hungria é a padroeira?
Como a imagem chegou até lá?? Ela morreu no dia 17 de novembro, é por isso que a festa é em novembro? Vou ler novamente, agora mais focada, o livro do Mané querido Galdino.
Vc sabe a origem dos outros distritos?? Tenho vontade de saber.
De qq forma, obrigada mesmo.
Bjusssssssssssss

Ana Luna - anammluna@yahoo.com.br
18.08.2009
***************
Caro João Nelson,

Para mim é uma alegria que empreendimentos deste porte surjam em nossa cidade. Seria um grande prazer ser um parceiro, através da CIT, na sua divulgação e mesmo na sua operação. Como você sabe nosso Blog só é lido pelas “elites”, considerando assim aqueles que tem acesso à Internet, e neste caso, ele vem a calhar. São estas pessoas que formam opinião e decidem em nossa terra. Por isso, seria para nós uma honra poder ajudar num empreendimento como este.
Dentro deste espírito se você pudesse mandar-nos mais detalhes que incentivasse este objetivo tão nobre, seria um prazer publicá-los. Conte conosco.
Parabéns a Maria José Cardoso Dias por assumir a presidência de tão importante empreendimento.
Não tenho a menor dúvida de que, indo a Bom Conselho farei uma visita ao CAJOC. Numa avant-première de minha visão do mundo, digo: a principal classe da casa de alfabetização deveria ser dedicada a alfabetização de adultos, pois os nossos analfabetos ecológicos ainda podem destruir muito nosso planeta em geral e nossa cidade em particular. Eu mesmo tenho que fazer um curso nesta área, pois me sinto ainda culpado de ter pensado em ir ao Cirque Du Soleil.
Saudações.

Diretor Presidente – diretorpresidente@citltda.com
17.08.2009
***************
Diretor Presidente.

Fundamos a Casa de Alfabetização Ecológica Josué de Castro - CAJOC. Rua Agamenon Magalhães, (Corredor) 496. Caixa Posta 23. Telefone 87 88169127. Contamos com a solidariedade de todos os conterrâneos daqui e alhures. Presidente: Maria José Cardoso Dias. Aguardamos a visita do Diretor Presidente que nos honrará com sua visão de mundo. Um abraço fraterno.

João Nelson Silva - jnoslensilva@hotmail.com
17.08.2009
***************
Aproveito este dia de plantão nesta empresa que a nós todos suga, para responder aos amigos que leram meu artigo recém publicado. Agradeço a todos que me lêem, inclusive àqueles que fingem que não lêem, porque a esposa, modéstia a parte, é minha fã incondicional e ele não quer perder a pose de “machão”. Mas vamos às respostas explícitas, isto é, àqueles que comentaram aqui no Blog.
-----------------------
Amiga Ana Luna,

Jamais criticaria você por não ver Caminho das Índias. Mas, dizem que é um “estouro” lá em Portugal. Será que o Antonio Reis (que gato, amiga!!! com todo respeito) não gosta de dar uma olhadinha? Parabéns pelo artigo esclarecedor sobre o nome do nosso distrito e obrigada por me ler, só isto já é um grande incentivo. Um abraço para você e para o Antonio.
------------------------
Caro Roberto Lira,

Cara, que complemento!!! (Quando falo assim, imito meus filhos, coisa de velha mesmo). Juro que não lembrava que a padaria era de Domingos Presideu, os neurônios desta área estavam adormecidos, você os acordou. Me lembro do Zé Domingos, que você chama de “Zé do Pão”. Na época era um “pão”, minhas colegas achavam e eu também. Penso que “Totica” foi meu colega também, no Ginásio. Mas não sei porque não me lembro de você também. Penso que eu era mais “sudrinha” do que você. Mas isto de ser colega de mais de uma pessoa acontecia muito. Por exemplo, fui colega de Zé Nunes (Zé Ponta Baixa) na escola de D. Lourdes, ele era mais velho, depois sumiu e numa turma do Ginásio lá aparece Zé Nunes. Parece que “levou pau” alguns anos, eu não, sempre fui boa aluna. Mas, qualquer dia nos encontraremos num desses encontros de papacaceiros, se o Alzheimer não chegar antes. Eu também não prefiro o Parkinson, dizem que quem tem não tecla, ai estou frita. Que papo de velhos, estamos na flor da idade. Obrigada pelo complemento, e que você seja sempre muito abençoado, com sua família.
-------------------------
Caro Alexandre Tenório,

Agradeço seu comentário sobre meu artigo. Mas, me permita, seguindo a tradição indiana de perdoar os mais velhos, dizer que, parece que as lamparinas do seu cérebro congelaram quando recomenda não tratar de temas políticos ou religiosos. Se você analisar bem, o meu artigo trata de política e religião, só não é raivoso, mesmo assim queria que o Edir Macedo entendesse desta forma. Suspeito quando você fala isto que está se referindo a Política e Religião em Bom Conselho. Baguan Kaliê, se isolarmos nossa cidade, de que vamos tratar quando falamos em Política e em Religião. Sobre Barack Obama ou sobre Aitolá Khomeini? Eu acompanhei seus artigos desde o site de Bom Conselho passando pelo nosso Blog. Gosto do seu estilo, o nosso Diretor Presidente adora, entretanto, não podemos deixar de ver sua contradição flagrante. Você foi o único que, em nosso Blog, denunciou, com ou sem razão, a prática de nepotismo da atual prefeita e declarou sua situação de opositor. Por que outros não podem tratar de política, então? Política e Religião fazem tanto parte da nossa vida social quanto o faz a cachaça bebida por Zé Bebinho ou a máquina de Chopp do Ronaldo. Tudo depende da maneira como se tratam os temas. Tenho certeza, que se bem tratados, isto é, com civilidade, estes, e muitos outros assuntos que geram polêmica e mesmo desentendimentos concorrerão para o engrandecimento de nossa cidade. Basta que cada um tenha acesas as lamparinas dos seus cérebros. Obrigada mais uma vez pelos elogios, e continue a escrever em nosso Blog, sobre Política, Religião, Futebol, Novelas, ou outro assunto qualquer, pois sei que, igual ao Manu, "você come o peixe mas não se engasga com a espinha."

Lucinha Peixoto – lucinhapeixoto@citltda.com
16.08.2009
***************
Olá, amigos!!! Olá Lucinha!!!

Não, eu não assisto o Caminho das Índias....mas
com o poder da Globo, a massificação , a repetição, as revistas, programas , comentários, eu praticamente assisto. Desculpe a Globo, mas em alguns pontos o Edir Macedo tem razão. Calma....calma aí. Os dois têm suas razões que nunca vamos entender porque não pactuamos.Um pisa exatamente no calo do outro, mas quem sofre a dor, como o usual é o povo.
Parabéns, Lucinha , você decididamente é global, universal e eu gosto!!
bjussssssssss

Ana Luna - anammluna@yahoo.com.br
15.08.2009
***************
Amigos (as),

Há dias estou em falta com vocês. Do fim de julho até a presente data, tenho andado muito ocupado. Também, tenho viajado, o que me consome muito tempo. E vai continuar, ao menos, até o fim de agosto. Daí por que o meu afastamento provisório, tanto do Mural, quanto do Blog da CIT. Até um comentário sobre os "bordejos" da Lucinha etc., estou devendo. Porque, promessa é dívida. Por sorte, posso pagar essa promessa. Só resta ao santo e à santa terem paciência. Vontade NÃO me falta. Falta tempo. Mas, querendo, a gente encontra tempo. Então, vamos querer e encontrar.

Abraços a todos,

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
14.08.2009
***************
Caro Dr. Alírio,

Quando o vi usar a expressão “salão” virtual, me deu um arrepio. Lembrei de um “exorcizado” andante com sua “mesa” virtual. Óbvio que é só coincidência pois V. Sa. sabe que quando cheiramos com nossos “narigões” sempre surgem divergências sobre o odor, e espero que no “salão” virtual haja espaço para ideias e o opiniões diferentes, sem termos que quebrar os esquis na cabeça um dos outros, em nome de Deus. Espero que o Cardeal Dom Geraldo Majella não seja tão chegado a uma excomunhão quanto um bispo que tínhamos por aqui e que aceite algumas idéias anti-clericais do Rui Barbosa quando ele por ai aparecer. Sucesso para a festa e para colônia.

Lucinha Peixoto – lucinhapeixoto@citltda.com
12.08.2009
***************
Caríssimo Diretor Presidente;

Recebi a mensagem onde simula uma entrevista com o célebre Rui Barbosa, a Àguia de Haia, conhecia inclusive esse discurso que o DP teve a capacidade de atualizar. Nessa atualização, inseriu o surgimento da Colônia PAPACACEIRA de São Salvador, e nela
simula Rui Barbosa a engradece-la e inseri-la como Luz que chega de forma RENOVADORA. As boas vindas que o DP oferece "junto" com Rui Barbosa. Aumenta a responsabilidade dos componentes da CPSS. Soma-se a estes, a perpesctiva da Lucinha Peixoto, a quem dirijo-me: Primeiro agradecendo o otimismo quanto à criação de novas Colônias, em seguida afirmo que tentaremos cuidar dos nossos narizes, para que não sejam "nossos narigões" inoportunos ao ponto de incomodar a conterrânea brilhante e outros, e prejudicar nossa cidade. Sobremaneira almejamos que cada um tenha o mesmo cuidado e zêlo; para que nesse equilibrio "nasal" possamos navegar juntos por muito tempo.
Num "salão" virtual tão limpo que nos permita esquiar como jovens alegres em uma estação de esqui e ao final possamos dizer: VALEU!!! Obrigado ao trio, que foi longe para nos dar as Boas vindas. Abraços. 10/08/09 –

Alírio Cavalcanti - aliriocavalcanti@ig.com.br
Em tempo: Ótimo que já colocaram na agenda a vinda a PRÉVIA PAPACACEIRA: São bem vindos!
11.08.2009
***************
Caro Dr. Alex,

Quem leu o seu texto sabe que não nos conhecemos pessoalmente. Hoje a mídia eletrônica nos faz criar laços de uma forma diferente e útil. Como neste caso, onde um simples e despretensioso texto, leva ao interesse por um campo de estudo, que confesso, ainda teria muito que aprender sobre ele. Você diz que “graças a Deus não é religioso”, penso que o Marlos, repetia isto todo o dia. Eu digo: Graças a Deus, sou ateu, sem ter nada contra a Logosofia. Pensamos próximos, afinal de contas achamos que Deus, caso exista, é muito ocupado para se interessar por esta "poeirinha" no Universo que é a raça humana.
Obrigado por ler o nosso texto, salientando que o Blog não é só meu e sim da CIT onde há pessoas de todas as crenças e cujas opiniões diferem amplamente da minha. E agradeço também pelos elogios ao grande homem que foi o Marlos.

Cleómenes Oliveira – cleomenesoliveira@citltda.com
07.08.2009
***************
Ao procurar no GOOGLE o nome LOGOSOFIA , foi indicado entre outros o seu blog.
Assim me dirigi a ele e vi um texto com o seguinte título.

Um tributo a Marlos - Sinais da Inexistência de Deus

Fiz uma leitura dinâmica, e mesmo assim pude entender e sentir que uma VERDADEIRA AMIZADE NUNCA MORRE.

O TEXTO é recheado pela LÓGICA e pela SENSIBILIDADE, que no final nos faz sentir ADMIRADORES E ATÉ AMIGO de um ser que até então DESCONHECIA.

Eu então questionei: quando ESSE SER HUMANO para mim, COMEÇOU A VIVER???
resposta: SOMENTE APÓS A SUA MORTE,

Que pela explicação do texto de FÉ INTELIGENTE, carece de LÓGICA QUE A VIDA DEIXE DE EXISTIR COM A MORTE FÍSICA.
Graças a Deus NÃO SOU RELIGIOSO, e assim tenho muito a pesquisar e aprender.
Resolvi então conhecer essa nova PEDAGOGIA E CIÊNCIA DE NOME LOGOSOFIA.
Só gostaria de informar que quando lá comparecer me recordarei do seu amigo MARLOS, como um ser que me convidou a conhecê-la e estudá-la.
forte e afetuoso abraço
obrigado

ALEX - advogadoalex@gmail.com
07.08.2009
***************
Amiga Caliel,

Encontrei Eliúde. Aqui na CIT ninguém aguenta mais. E a culpada é você amiga. Encheu a bola dela e agora ninguém segura. Claro, isto é brincadeira. A Eliúde merece todos os elogios. Penso que seu objetivo na vida é aprender cada dia mais. Não desperdiça as oportunidades, é inteligente, e o pior prá mim, é mais nova, solteira e do jeito que os homens olham prá ela, ah meu Deus... o cotovelo já está inchando. Ri tanto com as bombas de cocô que tive saudade das bombas dos meus filhos. Já a parabenizei aqui na empresa e sabe o que ela disse, rindo?
- Como vai flor de mandacaru? Esta Caliel sabe ser gentil, não é? Mas, o meu estilo é de gaivota.
Estávamos sós e respondi alguma coisa impublicável, mas tudo na brincadeira, como acontece aqui na empresa.
Obrigada pela lembrança

Lucinha Peixoto – lucinhapeixoto@citltda.com
05.08.2009
***************
Prezada Maria Caliel,

Obrigada pelo incentivo. Quando comecei a olhar para o passado, pensei, como no seu belo artigo, iria virar uma estátua de sal e vocês que me incentivaram mostraram que o passado está sempre em nossa frente porque o vemos, o presente é relâmpago e o futuro não sei onde fica. Qualquer tempinho agora e eu vôo mesmo. Obrigada, mesmo!!!

Eliúde Villela – eliude.villela@citltda.com
05.08.2009
***************
Parabéns Eliúde,

Que beleza! Quem ficou travada fui eu diante do seu artigo. Fiquei um tempão pensando: A danada está se mostrando mesmo e ainda diz
que precisa ler Graciliano Ramos...Você não precisa ler mais ninguém, já criou seu estilo, sabe colocar humor na hora certa dentro de um assunto sério (é o estilo da Lucinha, que não é fácil). Agora, nós é que precisamos ler ELIÚDE VILLELA.
Agradeço as palavras carinhosas. Esse negócio de pétalas de rosas, é invenção da Lucinha, mas ela já sabe que é a flor de MANDACARÚ,
que é bastante perfumada, mesmo na seca do sertão nordestino.
Você acreditou no seu potencial e viu que podia voar alto, como a gaivota, Fernão Capelo Gaivota.
Um abração
Maria Caliel - mcaliel@hotmail.com
05.08.2009
***************
Caro Dr. Alírio Cavalcanti

Esperando que a Embaixada Papapaceira da Bahia prospere e renda frutos para todos os Bom Conselhenses, estamos divulgando o anúncio da festa através do link:

http://files.getdropbox.com/u/890669/FeiraDaEsperanca.jpg

Espero que a festa seja de “arromba” e incentive outros a se unirem por nossa terra. Bom Conselho é a causa. Abraços

DP – diretorpresidente@citltda.com
03.08.2009
***************
Prezados Senhores Saulo Bezerra; Luiz Clério e DP(CIT):

Venho por meio desta, solicitar a estes meios de comunicação, a gentileza de expor o anúncio referente a FESTA DA PADROEIRA.

Nesse evento, estará acontecendo a PRÉVIA DO I ENCONTRO DOS PAPACACEIROS DA BAHIA.

OS PERNAMBUCANOS E EM ESPECIAL: OS BONCONSELHENSES e conterrâneos das cidades circunvizinhas, estão convidados a prestigiar o evento, transformando-o numa oportunidade de reencontro com suas raízes.

Num esforço todo especial, logramos conseguir espaço e Nossa terra será prestigiada com A BARRACA "BOM CONSELHO"; onde na fachada haverá a foto da cidade, e também ficarão expostos fotos de Bom-Conselhenses moradores na cidade e também fora.

A Colônia PAPACACEIRA do RJ será homenageada com a exposição de fotos de eventos ocorridos no Clube Militar.

O Saudoso Dr Marlos Urquiza Cavalcanti, também será homenageado com a exposição da sua foto, ainda na juventude da sua vida.

Para que possamos preparar o mural e fachada da BARRACA BOM CONSELHO; já recebemos autorização para capturar algumas fotos do site de Bom Conselho.
Caso tenha alguma pessoa que não deseje que sua foto seja exposta no mural da Colônia PAPACACEIRA DE SALVADOR-BA. Por favor enviem um e-mail solicitando que a foto não seja exposta.

Durante o evento, os conterrâneos que reconhecerem seus parentes ou amigos, podem comentar depois no site, ou Blog ou enviar carta ou e-mail para o Jornal A GAZETA. Também podem anotar os comentários ainda durante o evento. Que, logo que possível será enviado aos meios de comunicação de Bom Conselho.

Bom-Conselhenses que forem ao evento, e tiverem recortes de jornais, fotos antigas ou mensagens a registrar, por favor lembrem de levar no dia 15/08/09 para motivar ainda mais o clima festivo e apurar as boas recordações.

a) Será que haverá algum brinde?
b) Obrigatório levar lenço branco para a chuva de lágrimas.
c) reforçar estoque de alegria.
d) levar máquina fotográfica.

Agradeço a atenção e a cessão do espaço e divulgação.

Mui atenciosamente

Alírio Cavalcanti Ferrreira - aliriocavalcanti@ig.com.br
EMBAIXADA PAPACACEIRA
DE SÃO SALVADOR-BA.
03.08.2009
***************
Caros Senhores,

Devo comentar os e-mails abaixo em conjunto, com o extremo cuidado para não misturar os assuntos. Deus me livre.

Caro José Arnaldo, lembro de você e do seu primo Duda meninos. É claro que não lhe tratarei como Salomé (grande personagem de Chico Anísio), de Passo Fundo, tratava João Figueiredo, como “meu guri”. Mas, sem querer rasgar seda, sempre admirei sua inteligência. Você me parabeniza pelo “exorcismo”, eu agradeço. No entanto, não o fiz sozinha, muitos participaram, inclusive você, deste ato de origem medieval, mas necessário. Eu só segurei o pote de água benta. Infelizmente, soube que o “exorcizado” andou baixando ainda em alguns terreiros da Bahia, e dizem que em Olaria no Rio de Janeiro. Por isso, já reabasteci meu pote.

Caro José Fernandes, obrigada mais uma vez pelo o apoio, você foi responsável também pelo “exorcismo” acima mencionado. Quanto a questão GLS, e outras, aguardo os seus comentários, mais precisos sobre.

Um abraço para todos

Lucinha Peixoto – lucinhapeixoto@citltda.com
02.08.2009
**************
Amigos (as),


De volta de uma pequena viagem, li tudo quanto a Lucinha escreveu da segunda à quinta-feira. Com exceção do dia das bichonas do Luiz Mott, que faço minhas ressalvas, o restante assino logo abaixo da assinatura da Lucinha. Bem verdade que só assino quando se tratar de assunto meu conhecido. Porque ninguém fala daquilo que não conhece.

Logo que possa, farei meu comentário sobre tudo que a Lucinha escreveu. E aí incluo essa história de bainha, espada, GLS etc. Pra não pensarem que sou radical ao extremo, adianto o meu pensamento: quem teve a sorte de nascer bainha, que seja bainha de verdade e em todos os sentidos. Inclusive e principalmente na cama (NO AMOR TOTAL E CARNAL.) E para os que nasceram espada, que honrem a espada que carregam. E deixem as espadas dos outros em paz. Para servirem às mulheres que delas gostam. É isso./.

José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br
02.08.2009
***************
Caro Diretor-Presidente,


Alvíssaras !

A CIT, via Lucinha Peixoto,- PARABÉNS ! -, cometeu o mais primoroso exorcismo do Bom Conselho. Ufa...

Longa vida à C I T !

Abçs.

José Arnaldo Amaral - ja.amaral@hotmail.com
02.08.2009
------------------


Página: 1, 2, 3,

Nenhum comentário: