segunda-feira, 28 de setembro de 2009

CIDADES X CIDADE


Cidades! Aglomerados urbanos de identidades que se cruzam e entrecruzam. Aglomerados de existências que se submetem a um rígido padrão de exigências para o convívio diário.
Cidades, viver, sobreviver ante e dentro de um caos organizado. Viver cidades, quantas, tantas! Diversidade de cidades.
Gama de informações que somos obrigados a ingerir para viver cidades.
Células que no seu funcionamento não pode nunca fugir do objetivo que foram criadas.
Cidades! Impessoal coletivo; quanto maior, mais distante e mais fácil de cairmos no anonimato. Somos engolidos a cada dia, um pouquinho. Somos sugados a cada minuto pelo movimento incessante do viver em cidades.
Cidades escadas cujos degraus são inversamente proporcionais a nossa idade. Quanto mais avançamos no tempo, menos tempo nos resta.
Mas, existe uma cidade dentro de cada um de nós!
Por mais que vivamos cidades, existe uma só que é a eleita do nosso coração. E dentro de você, de mim, de nós mora uma cidade. Não uma cidade fictícia, mas uma cidade que é real, palpável. Uma cidade onde só você tem a chave.
Como é essa cidade que mora dentro de você, que me lê, agora?
A cidade que mora dentro de mim, é uma cidade do tamanho dos meus sentimentos. Uma cidade que não mudou com o tempo. Não têm administradores, é controlada pelo meu coração.
Dentro de mim tem uma cidade que me impulsiona a crescer, a criar, a entender.
Dentro de mim tem uma cidade que é energia, meu refugio, onde nos momentos mais difícies serve-me de alento e encorajamento.
Dentro de mim mora uma cidade que é o meu sonho sonhado e vivido.
Dentro de mim mora uma cidade que está onde estou.
Uma cidade que me guarda, me acalenta, me impulsiona a ir adiante.
Dentro de mim mora uma cidade que é mais que uma cidade no sentido físico. É uma cidade que me viu nascer, me acompanhou na minha primeira infância e que me arremeteu para bem longe. Foi necessário!.
Dentro de mim mora uma cidade que é o meu porto seguro. Lugar onde as minhas lembranças mais pueris da infância estão armazenadas.
Dentro de mim mora uma cidade que me renova a cada dia, e me faz feliz.
Esta cidade é um conselho; não um conselho a ser seguido, mas um conselho a ser vivido:
Um BOM CONSELHO!!!!

Gildo Póvoas - gildopovoas@hotmail.com

Nenhum comentário: