sexta-feira, 4 de setembro de 2009

JORGE TORRES



Toda uma geração de bom-conselhenses que gostavam de futebol, conheceu Jorge Torres, pois ele foi quem encarnou toda uma geração de boleiros de nossa cidade, inicialmente como jogador e depois como técnico das principais equipes de nossa cidade.

Jorge Torres tinha uma compleição franzina porem com músculos bem definidos, tinha uma altura em torno de 1,68, de cor morena escura, um sorriso cativante, um físico invejável, com um percentual de gordura quase zero, era assim na juventude e foi assim na terceira idade.

Quando jovem foi um temível zagueiro, pois do pescoço para baixo tudo era perna, só entrava seguro, não tinha moleza com ele, e formava com compadre Nato, uma dupla de zaga, que eram o terror dos atacantes.

Não tive o prazer de o ver jogar, quando fui entender de futebol, ele já era técnico da ABA ( Associação Bom-conselhense de Atletismo), como técnico era altamente disciplinador, assim como quando foi atleta, tinha moral total com os atletas, e ai daquele que desobedecesse suas ordens, pois ouvia poucas e boas, com ele nem dirigente vinha com conversa fiada para o seu lado.

Certa feita um jogo da ABA contra um time de Garanhuns, Paulo Índio faz uma jogada totalmente fora do comum, aquilo deixou ele totalmente irritado, então ele grita para Paulo índio, ISTO É TRUQUE INDIO PAULO, todo mundo caiu na gargalhada, pois para aqueles que tiveram o privilegio de assistir filmes de faroeste que tinha índio, sempre aparecia um índio fazendo um truque para enganar o homem branco, estão todos nós que assistíamos ao filme dizíamos que aquilo era truque índio.

Quando ele estava à beira do gramado como torcedor ou técnico, tinha de dar uma distancia de no mínimo um metro e meio longe dele, pois todo movimento que os jogadores faziam ele fazia, ele chutava, cabeceava, agarrava etc. Tudo na imaginação, era como se ele estivesse ali jogando também, era um divertimento assistir jogo com Jorge Torres.

Em uma justa homenagem feita pelo prefeito Walmir Soares, foi colocado o seu nome no estádio municipal, pois foi Jorge Torres o bom-conselhense que mais se identificou com o nosso futebol.

Alexandre Tenório - tenoriovieira@uol.com.br

Nenhum comentário: