terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O 10º Encontro - Fim de Festa



Com um compreensível atraso, que nos fez suar as mãos de ansiedade, eis que aparecem as fotos do último dia do Grande Encontro. Devo confessar que, devido ás minhas incursões exageradas pelo SBC, expostas em artigo anterior (http://www.citltda.com/2010/01/o-andarilho-e-os-gays.html), não estava disposta a escrever sobre o terceiro dia. Mas, diante dos pedidos dos colegas, me imolo diante deste altar de sacrifícios.

Já estava até feliz e contente ao ver que a camisa do Encontro, mesmo um pouquinho “espalhafatosa” (uma pessoa mais educada em arte do que eu diria “surrealista”, e nosso conterrâneo Carlos Sena, com a sinceridade que lhe é peculiar, achou feia mesmo), foi vestida por muitos. Aí aparece a Ana Luna com um bebezinho lindo nos braços. Não suportei, caí no chororô. A saudade do meu neto tocou lá no fundo da alma. Já disse que neto é melhor do que filho, e só quando os temos, é que podemos explicar todo o sacrifício e sofrimento que aguentamos quando criamos os filhos. Este sofrimento nada mais é do que o pagamento antecipado pelos benefícios e alegrias que os netos nos proporcionam. Deixem-me enxugar as lágrimas, que contaminaram o Diretor Presidente e o Cleómenes (incrível, ateu também chora!), me recompor e continuar.

Não sei o local da festa, será no Clube dos 30? Ao que o Diretor Presidente retruca:

- Lucinha, tás por fora mesmo. Clube dos 30 já era, até os 30 já morreram. Penso que é na AABB. Já estive lá. Que falta nos faz as letras debaixo das fotos!

Muita gente jovem, alegre, e desconhecida. Obviamente, eu só conheço gente mais ou menos da minha idade, isto é, acima de 30 anos. Penso que revi o Walfrido com seus cabelos de prata e o Dilermando com uma jovem, será filha dele? Além do Beto Guerra, agora sim, a caráter, com sua latinha na mão e, noutra foto bem juntinho de Zezé, o amor é lindo. Ainda revi Roberto Lira em uma foto que mostra suas cãs. O Cleómenes pergunta em tom de brincadeira: “Será que estes cabelos brancos não foram do encontro com o Padre Nelson, que o teria ungido como aconteceu com Moisés no Monte Sinai?

Como são tantos os créditos pelas fotografias, não podemos distinguir quem fez as ruins e quem fez as boas. Tenho minhas suspeitas mas não as externarei. Breve precisarei dos votos e apoio deste meu povo. Havia umas péssimas. O Diretor Presidente pergunta: “Será que esta é Mônica, mulher do Mábio Tenório? A foto tá péssima.” Mas tudo vale a pena quando a alma não é pequena.

O Jameson estrila: “Olha o Marinho, tá mais velho do que o irmão Zé Piulinha, meu Deus!!!”. Eu também dou um berro: “É a Amparo Costa abraçada com... Meu Deus, será a Diva, irmã de Deusdete?" Conheci todas. Vi também a Presidenta do Rotary, que não conheço pessoalmente mas dizem está fazendo uma grande gestão. Na foto estava com um senhor que parece ser seu marido, parece muito com o Tonho Fernandes, mas é mais jovem, com certeza. Há outra foto onde ele está dançando com Glória Fernandes, e eu não me lembro dele. Serão irmãos? O Diretor Presidente me socorre e xinga ao mesmo tempo: “Lucinha, o nome dele é Givaldo, realmente, tuas sinapses...” Devo até pedir perdão a Glória, pois outro dia, num artigo anterior, disse que ela era Rosário. Juro que não é a idade, embora aqui insistam nisso, são muitas fotos, e muitas emoções...

E o Mourinha, tome fole! Enquanto o Diretor Presidente continua:

- Olha a Bia Ferro e a irmã dela. Eu a conheci no Hotel Raízes o ano passado. Ela é aquela que tu brincastes com ela em relação ao marido de Ana Luna. Mas, dizem que é uma excelente e animada secretária da Judith, e contribuiu muito para o sucesso da festa. Além de uma bela moça, com todo respeito! Vê esta! É Pera Lucia, é irmã de Petrúcio Correia, lembra Jameson? Esta é a Glória Fernandes, Marilene Fernandes e Givaldo, o senhor de óculos escuros eu não conheço, será um irmão de Givaldo? E o Mábio Tenório, em trajes civis, isto é, sem a camisa do encontro, com a Mônica, será que ele achou a camisa feia, também?

Retomo o escrito para comentar uma foto na qual a Ana Luna tenta nos humilhar, a todos nós mulheres com mais de 30, onde ela aparece mostrando os seus belos olhos, sem nem um “pé-de-galinha”, unzinho sequer! Mas, é isto mesmo, Ana, o que é bonito é prá se mostrar mesmo. Não vi a Marcix.

E as fotos entram num clima, bastante justificável, de confraternização e harmonia e com o gosto de quarta-feira de cinzas, sem as cinzas, como aquelas em que alguns anos ou muitos anos atrás, curtíamos na saída dos clubes com Zé de Puluca atacando de “Quarta-Feira Ingrata”. Nós aqui em Belém curtimos à nossa maneira, mas, preferíamos estar por lá, e conhecer esta multidão de jovens e os menos jovens que não conhecemos.

Só nos resta agradecer ao Saulo pela cobertura e ao Zé Quirino pela festa, e descupem por alguma “gafe” que tenhamos cometido. Como dizem ou diziam meus filhos: “Foi massa!!!”

Lucinha Peixotolucinhapeixoto@citltda.com

Nenhum comentário: