sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O CARNAVAL



Nosso carnaval foi durante muito tempo um dos melhores do interior de Pernambuco, vinham pessoas de varias cidades e de outros estados para brincar aqui em nossa cidade, logo de manhã já se ouviam os carros com os seus apitos no cano de escape que faziam um barulho peculiar, aos poucos iam se formando os grupos que formariam os blocos, pois a parte da manhã e tarde eram dedicada ao mela-mela, cada turma com a sua camisa, um mês antes era mandado para as casas das pessoas com condições financeiras um convite para receber o bloco, e do domingo até a terça-feira era nestas casas que iríamos beber e comer, então íamos fazendo o roteiro, subindo rua e descendo rua até chegar a ultima casa do dia, isto já era para lá da 4 horas da tarde, então todos se concentravam na praça Dom Pedro II e aos poucos íamos para nossa casa para nos prepararmos para o baile no clube dos 30, que começava às 22 horas, esta maratona durava até a manhã da quarta-feira de cinzas quando descíamos do Clube dos 30 para levar o presidente em casa, e digo aos senhores quando a orquestra VILLAS LOBO de ZÉ Puluca tocava a música QUARTA-FEIRA DE CINZA, nós chorávamos porque sabíamos que estava chegando ao fim mais um carnaval.

Com o não incentivo do poder público o nosso carnaval chegou ao final, e infelizmente não entra um só prefeito com vontade de resgatar a mais importante festa popular de nossa cidade, parece que eles nunca viveram isto que eu escrevi no parágrafo acima, a tristeza que se abate no meu peito em ver o nosso carnaval chegar aonde chegou, tudo isto com o a conivência dos nossos governantes, pois pegam seus carros e vão para as praias.

Para finalizar digo, não venham com a conversa mole que carnaval no interior acabou, pois é mentira, como exemplo cito os bons carnavais de PESQUEIRA, VITORIA DE SANTO ANTÃO, BEZERROS, TRIUNFO ETC.

Nos meus 48 anos de idade nunca sai de nossa cidade para brincar o carnaval em outro lugar, continuo aqui tentando de qualquer maneira dar um pouco de ânimo aqueles que como eu não saíram para passar o carnaval fora de nossa cidade e novamente no sábado de Zé Pereira colocarei minha fantasia de árabe e tocarei no som do meu carro os velhos frevos que não se ouvem mais.

Alexandre Tenório - tenoriovieira@uol.com.br
------------
(*) Fotos do álbum de Marlos Urquiza no SBC.

Nenhum comentário: