quarta-feira, 3 de março de 2010

Vamos Tomar o Leite Elegê



Depois de um longo e tenebroso verão, no centro da floresta amazônica, minhas forças voltam, ajudadas pelo apelo do Diretor Presidente para escrever no Blog e tentar colocar um ponto final na crise de abstinência que se abateu entre nossos leitores depois do anúncio mal feito, de uma parada técnica. Urge que se diga, para acabar com os boatos que nestas horas sempre aparecem, que a pessoa que ficou tentando se matar com uma bala perdida na Tijuca, não era o Marcos Prezideu. Eu soube quem foi mas, diante do caso já passado, não declinarei o seu nome. A única notícia adversa que tive, ainda devido a esta crise de abstinência, foi que, em Salvador, alguém, que tinha o hábito de ser o primeiro a ler o Blog da CIT, a respeito de quem surgiu um boato que, pela manhã, foi descoberto que seus pulsos estavam cortados. Ele passou por algumas convulsões pelo não acesso, e logo seus pulsos foram restabelecidos. Apenas ele não tinha pago a conta telefônica, cuja linha era ainda tarifada por pulsos, daí a confusão da notícia, feita por alguém que só ler as primeiras linhas dela.

Antes de entrar no assunto propriamente dito, não posso deixar de fazer uma menção ao comentário do meu amigo José Fernandes, em seu diálogo com o Diretor Presidente. Caro Zé, o DP pisou feio na bola, quanto ao português, mas quanto ao Cleómenes não, eles eram amigos, e, se não eram, pelo menos o cachimbo da paz eles viviam trocando. Eu senti a saída do Cleómenes, era um grande cara, mas, como não há bom sem falta, era ateu. Fazer o que não é? Eu e você, caro amigo, talvez estejamos em lados opostos, politicamente, neste ano eleitoral, mas todos somos civilizados e podemos estar do mesmo lado no futuro. A Marina Silva minha candidata está querendo formar um governo de coalizão, juntando PSDB, PT, PV, PMDB, “et caterva”. Isto revela um pouco de sua pouca experiência no jogo, e também sua sensibilidade feminina, que é a minha plataforma de campanha em 2012, isto se minha colega Judith sustentar a peteca e não der com os burros n’água até lá. Se tudo der certo conto com você para fazer uns discursos nos meus comícios. Claro se você também não quiser entrar na política da nossa terrinha. Você leva jeito. Agradeço o apoio aos meus escritos de colunista social, um dia voltarei como tal.

O que me traz aqui, nesta posição onde a parte mais macia do corpo toca minha cadeira preferida, e sentindo a respiração do meu neto no quarto ao lado, é minha ida ao Site de Bom Conselho (SBC). Só deu tempo ir ao Mural e no mergulho só fui até o tópico onde Maria Caliel agradece ao O Andarilho, eu não sei porque. Espero que seja por ele não ter aparecido mais por lá.

Logo em seguida vejo o Etiene elogiando Ana Luna por um seu artigo no Blog da CIT, e que realmente é muito bom (http://www.citltda.com/2010/01/por-uma-cabeca.html) seguido pelo Pedro Ramos que, depois de saber que o Zé Carlos, mesmo raramente, escreve no nosso Blog, está vendo-o e viu o artigo também de Ana Luna sobre Terezinha Miranda e o recomenda (http://www.citltda.com/2010/02/terezinha-pe.html). Ele conta, neste tópico coisas terríveis, como por exemplo, repetir o ano de nascimento de Terezinha Miranda e comparando-o com o do dele. Meu caro Pedro e minha cara Ana, idade de mulher é igual a segredo de confissão, não pode ser nunca revelada. Minha avó, quando alguém tinha a ousadia de perguntar a idade dela, ela respondia na bucha:

- Eu sou do tempo que era falta de educação perguntar a idade dos outros!

E pensar que foi a própria sobrinha que cometeu este pecado, e que só foi agravado pelo Pedro Ramos em comparar as datas. Penso que a Ana Luna não tenha problemas em dizer a idade, eu também não, todos sabem que eu já completei 40 faz tempo, mas digo sempre que minha vitalidade é de 25 a 30, mas não toco nas das outras. E pela disposição no Encontro de Papacaceiros penso que a Ana errou o ano de nascimento de Terezinha, deve ser 1953.

Vejo Zé Póvoas, sempre com muita GARRA, parabenizar Aninha pela artista que ela é, e mandar beijos para o seu coração, e tenho certeza, estes beijos irão ao som do seu sax, que, segundo minhas fontes, brilhou em Bom Conselho. E nesta rasgação de seda, denunciada por Ana Luna, fomos subindo no Mural. E outra vez encontro a Ana dizendo o endereço eletrônico para assistir ao seu show na TV. Eu, infelizmente, com as conexões que tive até hoje nunca consegui vê-la. Mas o que me intrigou mesmo é que ela prometeu falar do Memorial Pedro de Lara. Nunca ouvi falar deste memorial, embora ache que o Pedro também merece um, além da “patronidade” da Academia de Bom Conselho. Será algo novo e eu não soube? É o que ocorre quando passamos muito tempo fora. Me informarei, ouvindo a Rádio Papacaça, que é motivo para outra crônica. Ouvi nela até o Monsenhor Nelson falando da Campanha da Fraternidade, que aqui em Recife, eu trabalho, mas fiz um protesto contra o tema.

Num dos tópicos a Solange Tavares, penso que filha do Paulo Tavares convida para a missa de 30º dia de sua morte. Minhas relações com o Paulo foram somente eletrônicas e aqui quero só reforçar o convite de sua filha e dizer que estarei rezando por ele no dia 06/03/2010, data da missa, que será celebrada na Rua Coração de Maria, 66 às 10:00 horas, no Méier.

Logo em seguida uma nova data relativa a alguém que morreu enviada pela Ana Luna. A que seria o aniversário de Pedro de Lara. Apesar de muito admirar o Pedro, eu não sabia desta data, se soubesse talvez tivesse escrito alguma coisa a respeito. Não sei se houve alguma festa e se a Ana falou dele ou não, mas ele merecia.

Bem vocês notaram que eu falei muito da Ana Luna, mas, não poderia deixar de ser assim. Neste trecho do Mural ela estava em todas. Penso que só perdeu para o Leite Elegê. Aqui no Recife, eu já tinha visto várias vezes esta marca de leite e sabia que vinha de lá das bandas da terrinha. Eu não o consumia porque nunca encontrei Elegê desnatado, o integral eu não posso tomar, devido ao meu colesterol alto, mesmo com minha pouca idade. O Cleómenes disse que não tomava porque ele era fruto da enrolação da Perdigão para só inaugurar em Bom Conselho a fábrica de lácteos e ir empurrando com a barriga a questão da fábrica de embutidos de carne, prevista no projeto original. Tem horas que me dar saudades daquele ateu atrevido.

E daí prá frente só deu Elegê. O Gildo agora compra para oferecer aos amigos e Pedro Ramos só serve leite, Elegê é claro, nas festas. Entretanto, tenham muito cuidado, só tomem se encontrarem o produto desnatado, ele existe, não sei porque não encontrei aqui no Recife. Talvez seja porque as vacas do Valfrido, Zé Alípio e Jocelino se recusem a produzir leite para ser desnatado. Por estas e outras e para ajudar o setor leiteiro da minha terra, eu só tomo o iogurte Bob Esponja, e o meu neto agora só quer Elegê Kids. Está bem gordinho, o danadinho. E já que estamos fazendo “merchandizing” da Brasil Foods, gostaria de dizer que eu só como o Queijo de Coalho ALAMI, genuinamente bom-conselhense. Será que chega no Rio de Janeiro? Pedro Ramos e Gildo procurem-no por ai, e se encontrarem me convidem para os Queijos e Vinhos, com oferta do Leite Elegê para curar a ressaca de quem se exceder.

Lucinha Peixotolucinhapeixoto@citltda.com

Nenhum comentário: