quinta-feira, 10 de junho de 2010

Serraram a Lei



Li o artigo do Diretor Presidente sobre os ladrões de galinha (http://www.citltda.com/2010/05/soltem-os-ladroes-de-galinha.html). Eu só não fico alegre com a máxima que ele criou para nossa cultura (“Soltem os ladrões de tostões e prendam os ladrões de milhões”) porque envolve meu querido amigo de infância o Lula. Concordo que ele pisou na bola quanto a sua ânsia para eleger um poste presidente do Brasil, e começou a fazer campanha quase um ano antes. Mas não posso discordar do TSE, a não ser, porque a multa não vale nada, e é motivo de piada e ironia por parte dos multados.

Mais um evidência para isto foi o programa do DEM (não é programa de demonstração mas um partido político chamado de Democratas) semana passada. Eu nunca havia visto uma ilegalidade praticada com tanta clareza, divulgação e evidência quanto este programa. Colocaram o Zé Serra falando como se estivesse num comício na Igreja da Sé, contando suas virtudes como governante e lançando seu lema de campanha: O Brasil pode Mais. Ora, se a multa é baixa, ao ponto de um ex-operário e retirante como meu amigo Lula fazer ironias com seu valor, imagine para um partido político ou para um candidato que pode a ele recorrer para o pagamento.

Entretanto, não foi isto que me arrepiou de verdade. O arrepio veio quando ouvi da boca do candidato que ele achava que a lei é igual para todos e se aterá a ela em seu governo. Acompanho Serra há muito tempo. Sei que ele não é burro e tem lá suas qualidades e por isso fico em dúvida se houve sua autorização para colocar o programa no ar quando sabemos que isto é uma responsabilidade do partido envolvido.

Só posso pensar que este procedimento já é um efeito cascata do comportamento de Lula e Dilma, quanto ao mesmo assunto. Desde muito tempo a campanha dela começou e talvez por saber o peso do poste, meu amigo tenha entrado nesta, como se fosse a mesma coisa que roubar uma goiaba madura da fazendo do seu Juca em Caetés, como fazíamos em nossa tenra infância. Se a presidência fosse uma goiaba eu até teria a mesma atitude do Diretor Presidente e me alegraria até com o roubo e sua não punição. Mas, nós estamos crescidinhos meu amigo. E logo você que se aventura a ser um negociador da guerra e da paz com o respaldo de 80% dos brasileiros. Você já pensou se, igual ao DEM e Zé Serra, todos tentam seguir os seus passos para eleger seus candidatos? Será que eles se contentarão com a antecipação da campanha pela sua punição irrisória? Ou partirão para práticas piores como alguns são acusados, de caixa dois, compra de votos, ameaça a eleitores, fraude nas urnas, etc.?

Dizem que isto aconteceu nas eleições do Irã, Venezuela e só não aconteceu em Cuba porque lá não existe isto. Será por isso que meu conterrâneo tem tanta admiração pelos governantes destes países? Deus me livre que a resposta seja sim. Eu ainda aprovo uma estátua do Lula em Caetés, quando ele morrer, é claro, mas, se pelo menos desconfiar da veracidade disto, nem depois de morto defenderei tal ideia, pois D. Lindu estaria se revolvendo no túmulo, por ele não respeitar a Lei.

Mas agora o que farão com o Zé Serra? Certamente será multado. O que defendo é uma multa cumulativa. Lula pagará $R 5.000,00 por cada mancada. Se for reincidente já pagaria $R 10.000,00. O Zé Serra, que seria o terceiro pagaria $R 20.000,00, e, a multa dobraria a cada burla da Lei eleitoral. Sei que, em nosso país, isto não importaria para os homens muito ricos (o Sílvio Santos, por exemplo, faria propaganda até em seus programas de TV, junto a suas colegas de trabalho, e agüentaria qualquer multa) e também incentivaria todos a fazer campanha primeiro para pegar as menores multas, como na compra de ingressos nos estádios para os jogos de futebol, que geram algumas filas enormes. Mas talvez fosse um solução.

O que não pode é continuar desse jeito. Sei que isto envolveria minha colega Lucinha Peixoto, que já começou a fazer campanha aberta pela Marina, e pasmem, campanha para ela própria em 2012. Mas, lei mole em cabeça dura tanto bate até que nossos arrepios com suas conseqüências sejam banidos de uma vez. E todos deveriam ser punidos, menos os ladrões de frutas, quando crianças.

O pior de tudo é que a antecipação de campanha para candidato ruim é um tiro no pé. Quanto mais exposição mais se verificam as falhas, as gafes, o despreparo, as enganações e a própria ilegalidade. Mesmo que o nosso povo, em sua grande parte, não queira nem ouvir falar em candidatos, provado por mim mesmo, que não saberia dizer em quem votei na eleição passada, se Lula não fosse candidato, pois quando ele foi, votei sempre nele, e isto já faz mais de duas décadas, pode haver uma influência ao contrário das pretensões do criminoso. Eu rezo para que o poste que Lula resolveu carregar se transforme para o povo num cruz tão pesada que eles até sentirão pena do meu conterrâneo e votarão num candidato mais leve.

Zezinho de Caetésjad67@citltda.com
----------
(*)Charge da Internet.

Nenhum comentário: