quarta-feira, 23 de junho de 2010

A Verdade me Libertará



O que está acontecendo comigo? Em plena véspera de São João, aqui sentada lendo blogs e vendo o Beco de Doutor Raul, que é uma luz no meio desta escuridão que é a calamidade provocada pelas chuvas em nossa cidade. Gostaria de ficar restrita, ao escrever, na narrativa do sorriso de Luiz Clério, a sisudez do Álvaro e à barriga do Alfredo, lá no beco. Mas não posso.

Segunda-feira, dia 21, o Jameson Pinheiro, meu colega aqui da CIT, escreveu no nosso Blog (http://www.citltda.com/2010/06/o-brasil-montou-nas-costas-do-marfim.html), sobre uma reunião agradável e alegre durante o jogo do Brasil (desculpe, amigo Zé Fernandes, mas durante a copa eu gosto de futebol) no apartamento do Diretor Presidente (DP). Pois não é que o meu amigo Jameson, como ele mesmo diz, pisou feio na “jabulani”! Por que?

Durante a reunião e o seu pano de fundo, o jogo, devem ter sido consumidos tantos litros de álcool que daria para ir de carro “flex” à África do Sul. O próprio Jameson, e para ser justa, também o meu “vuvuzela”, adoram uma 51, pois justificam junto com o conterrâneo de Zezinho de Caetés, que, se é para tomar álcool é melhor que seja puro. Eu fico imaginando quantas doses de 51 o Lula tomou no Planalto durante a partida, mas, isto agora não vem ao caso. O que importa aqui é que não sou chegada às diversões etílicas, mesmo que Jesus Cristo tenha tomado seus vinhos e até feito dele propaganda nas Bodas de Canaã, sendo imitado pelos padres de nossa Igreja até hoje. Fui criada com a noção de que beber álcool era pecado, e para mulher era um pecado mortal, portanto, prefiro não arriscar. Entretanto, os vapores etílicos, saídos dos “bafos de onça” dos presentes, talvez tenham me soltado a língua. Dentro de toda aquela bagunça festiva que o Jameson procurou descrever, e até conseguiu, infelizmente ele colocou uma fala minha que foi a seguinte:

“- Vocês viram a tragédia que aconteceu em Bom Conselho!? Li o artigo do DP e vi as fotos no SBC. Menino, foi uma coisa muito séria. E a Judith ainda quer continuar o Forrobom! Não sei quem é que vai dançar numa situação dessa. Como sempre, deve ser o povo, mas, cala-te boca.”

Não estou aqui para negar que disse isto. Apenas questiono a sua publicação, a partir do ambiente em que foi gerada, esta fala. O motivo deste escrito é apenas para dizer, longe dos vapores “etanólicos”, o que penso sobre o tema da frase.

Talvez um dia antes, eu fui ler o Blog da Prefeita Judith, onde havia uma postagem com o título; “Carta Aberta ao Povo de Bom Conselho”. Ainda bem que era uma carta aberta e não uma Nota Oficial (agora quando me falam neste nome me arrepio toda). Sendo uma carta aberta ao povo desta cidade devastada, considerando-me povo, lá fui eu lê-la. Depois de descrever as medidas tomadas para lidar com o estouro do Açude da Nação (que até hoje não sei a quem pertence ou quem o controla, pois as falhas em seu controle, como nos deixa a ideia o Alexander Vieira - http://www.citltda.com/2010/06/acude-da-nacao.html, podem ter concorrido para a tragédia), entre as quais consta a “DISPONIBILIZAÇÃO DE ABRIGO E ALIMENTAÇÃO NOS PRÉDIOS PÚBLICOS PARA AS PESSOAS DESALOCADAS (sic)”, em seu final, adia o inicio do Forrobom para o dia 23, que é hoje. Eu apenas me perguntei, como diante de tanta calamidade descrita, já havia data marcada para o início da festa. E se houvesse morrido gente? Continuaria a festa? E se houvesse tantos desabrigados que fosse necessário usar os prédios do Parque de Exposição Animal para diminuir seus sofrimentos? Continuaria a festa? Graças a Deus que nada disso aconteceu pelo vi no SBC a festa realmente começa hoje, faça chuva ou faça sol.

Outro dia fui no Blog de Bom Conselho Papa-caça e vi uma crítica à posição da prefeita de continuar com festa. Eu concordo com o articulista, que não conheço e nem quero conhecer, o que vale é o escrito, por outros motivos e não aquele de usar o dinheiro da festa para ajudar os flagelados. Nisto o DP está certo em sua brincadeira ao me chamar de “língua de trapo” no texto do Jameson, pois dinheiro público não é como Caixa de Esmolas de igreja, e nem sempre pode ser realocado para outros fins. Mas a ideia de manter a festa e já com data marcada, das duas uma: Ou a prefeita consultou o Pai Dantas que previu o futuro, ou estava fazendo o mesmo que ela diz está fazendo o Blog de Bom Conselho Papa-caça, em sua crítica ao referido texto. Eu como uma mulher de paz e admiradora da prefeita, incondicionalmente, até que o Cardeal Richelieu lançou aquela Nota Oficial, na qual eu ingenuamente acreditei, espero que a primeira coisa seja o que aconteceu. Nunca é demais uma consulta de vez em quando ao Pai Dantas, eu irei lá qualquer dia, com o e-mail de Lucitânia Gomes para ele dar sua opinião. Até lá, ainda penso que a verdade liberta.

Antes de concluir, liguei para o DP e perguntei se ele havia recebido a carta aberta para o nosso Blog publicar, como ela enviou para alguns de nossa irmã Garanhuns, e ele me disse que não. Caríssima prefeita, mesmo que tenhamos nossas desavenças, o Blog da CIT é um blog de Bom Conselho, e não deixará, por isso, de publicar seus escritos. Podem ser até Notas Oficiais. Pois para nós Bom Conselho é a causa, e nem sempre podemos dizer que a frase: O Prefeito de Bom Conselho é a causa, tenha o mesmo significado. No entanto espero que o Forrobom seja bom mesmo e a prefeita esteja com a razão, que todos já estejam alegres e felizes. Um bom São João para todos, inclusive para o meu colega Jameson, “o boca de caçarola”.



Lucinha Peixtolucinhapeixoto@citltda.com

---------
(*) Fotos obtidas no SBC, de vários autores.

Nenhum comentário: