quarta-feira, 21 de julho de 2010

Educação em Bom Conselho




Recebemos hoje, para ser publicada no Mural do Blog, a seguinte mensagem:

Amigos,

O que aconteceu com a ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO FREI CAETANO DE MESSINA? Ela foi considerada a pior escola pernambucana pelo ENEM, e vi no site que ela é a 13° PIOR do Brasil, de um total de mais de 24 mil escolas com notas publicadas.
http://jc.uol.com.br/canal/educacao/noticia/2010/07/19/aplicacao-lidera-enem-em-pernambuco-confira-resultado-dos-colegios-229124.php

Como podemos ajudar?
Será que é problema financeiro da escola?
Ela está prestando as contas corretamente e recebendo os devidos recursos financeiros?
O que foi que o município/estado deixou de fazer?
Ou foi ingerência da administração da escola?
Será que foi algum critério de pontuação/cálculo/execução?
Ou o ENEM não foi abordado com a seriedade pelas escolas?
O ENEM é realmente representativo de qualidade no ensino médio no país?

São inúmeros questionamentos, mas o fato é que a situação não está boa para a educação.

Como sugestão poderia procurar ONGs especializadas em educação que podem dar "informações/consultorias" com bom embasamento teórico específico para a realidade escolar e municipal (sociológico, pedagógico, financeiro, etc.), quando entendemos melhor sobre a área educacional, idéias vão surgir e se estivermos disposto a trabalhar, como cidadãos, poderemos melhorar a situação.

Não defendo nenhum candidato, mas temos que fazer algo, votar BEM ajuda, mas não é a única coisa que podemos fazer.
Culpar candidatos/políticos é fácil e julgar o humor deles, não é um bom critério para votar, mas analisar as propostas e cobrar que elas sejam cumpridas.

Abraço a todos,

Alex


O autor pede apenas para não divulgar seu e-mail, ao que obedecemos. Entretanto, quando fomos no link constante da mensagem e vimos na matéria do Jornal do Commercio o texto abaixo, ficamos muito tristes.

Na rede pública, além do Aplicação, outras duas escolas federais estão na lista das 10 maiores notas. São eles o Colégio Militar do Recife (656,02) e o Instituto Federal de Pernambuco, campus Recife (631,41) e campus Pesqueira (614,61). Entre os melhores, há apenas uma unidade da rede municipal, o Centro de Excelência Dom João José da Mota e Albuquerque, de Afogados da Ingazeira, no Sertão. Os outros cinco são da rede estadual.
Dos colégios que ficaram com as dez menores notas, todos são estaduais. No último lugar aparece a Escola Estadual de Referência do Ensino Médio Frei Caetano de Messina, em Bom Conselho, no Agreste (média de 359,91).”

Como, quase todos, somos de Bom Conselho, ficamos sem querer acreditar no que líamos. Nossa Cidade das Escolas ainda existe? Ou realmente virou Cidade do Leite ou da Salsicha? Procuramos o documento que apresentava todas as escolas do Estado, ainda na esperança de haver um erro do articulista do JC ou do Alex. Infelizmente não havia. Era isto mesmo. Custamos ainda a acreditar que a referida escola fosse o Colégio Frei Caetano de Messina, que tanto já nos orgulhou. Será mesmo aquele que, sob a liderança do Frei Dimas, formou tantos jovens da terra?

Das 10 piores escolas de Pernambuco, das que tiveram notas divulgadas, que foram 1065, tivemos nas 10 últimas colocações, 2 escolas de Olinda, 2 do Recife, 2 de Buíque, Camaragibe, Serra Telhada, Orocó e Bom Conselho com 1 escola cada. O nosso grande vexame é o nosso lugar entre elas, o último.

A primeira reação que tive foi fazer igual àquele exilado, personagem do Jô Soares, nos tempos de abertura política, lhe diziam alguma coisa que para ele era muito estranha, e ele repetia o bordão: “Isto não é verdade. Você não quer que eu volte!” Custei a acreditar, e pergunto às pessoas que influem em nossa cidade, principalmente aos políticos, que a esta altura já vivem como urubus ciscando na carniça dos nosso votos, até quando e desde quando Bom Conselho ficará e está nesta situação? Quando nossos votos deixarão de serem carniça para não alimentar mais estas aves de rapina?

Nem a posição do Colégio N. S. do Bom Conselho, que ficou quase entre os 100 primeiros, nos trouxe um momento duradouro de alegria porque nossa outra escola, a Coronel José Abílio, só ficou entre as primeiras 800, e logo descendo a rampa o Frei Caetano ficou na última entre 1066 escolas do Estado.

Pior ficamos quando soubemos que entre as 20 piores escolas de todo o Brasil, uma apenas é de Pernambuco, adivinhem qual? Nossa ex-Cidade das Escolas. Alguém se alegraria se disséssemos que neste grupo há 5 escolas do Maranhão e 3 da Bahia? Claro que não. Isto nos mata é de vergonha. Eu e o Alex, que não conheço, e nem sei se é exilado voluntário como eu, só podemos dizer: “Vocês não querem que voltemos! Mas, iremos votar!”

Diretor Presidentediretorpresidente@citltda.com

Nenhum comentário: