terça-feira, 26 de outubro de 2010

LUCINHA PEIXOTO PARA ALEXANDRE MARINHO: A TRÉPLICA




Caro Alexandre, homem educado, cavalheiro, bom escritor, e, se Deus gostar de Garanhuns, seu futuro prefeito. Como sempre tentei escrever um comentário lá no seu Blog, mas, você sabe, não tenho o seu texto enxuto e bonito, embora dele tenha discordado, então, outra vez uso este nosso Blog, que já disse não é só meu, para, seguindo o modelo dos debates presidenciais (argh!!!) atuais, escrever minha tréplica. Nela eu não vou me ater só a seu texto mas também abordarei alguns dos comentários a ele, de pessoas interessadas no tema.

Vou lendo você, meditando e escrevendo e algumas vezes até rezando, pedindo a Deus que, se eleita, e com desgaste eleitoral e político do nosso apedeuta-mor por estes dias, se tornando um verdadeiro petista, que já não era há muito tempo, a Dilma não dê uma “banana” para o nosso governador e para o Nordeste inteiro. O que garante que ela vai dar continuidade ao governo Lula em relação a Pernambuco? Ela é mineira, uai!

Você fala em Estaleiro Atlântico Sul, polo petroquímico, ferrovia transnordestina, transposição do Rio São Francisco, polo de poliéster, Refinaria Abreu e Lima, apenas para citar algumas. Quantas destas obras realmente foram terminadas? Talvez a única chance de vê-las terminadas é com o Serra presidente, e olhe lá, se o governador cooperar, afinal de contas, são velhos e bons amigos, como o é do Sérgio Guerra.

Já escrevi noutro lugar, não o que acho da sexualidade da Dilma, pois isto é um problema dela. Eu até a convidei junto com o Lula, e também convido você e o José Serra para a Papacagay em Bom Conselho, no próximo ano. Não sou preconceituosa como você o foi ao me censurar quanto a este ponto. Em nada a Dilma seria desmerecida por mim se fosse lésbica. Não seria por isso que a Dilma é uma péssima candidata, e sim porque ela não está preparada políticamente para ser presidente, ou pelo menos, como diz o Ciro Gomes, não é tão preparada quanto o Serra.

Quando você diz que eu acho os petistas aloprados, e não sei qual é o seu partido, é devido a coisas como você diz agora, que o Chico de Oliveira, está embriagado intelectualmente. Isto é, os petistas usam as ideias das pessoas até que elas não sirvam mais ao seu projeto de poder, e depois as descartam. Tenho certeza de que a partir de janeiro a única forma de Lula ser ouvido por um petista é se o Serra for eleito presidente. Se a Dilma for, o novo Ministro da Casa Civil, o José Dirceu, vai apagar o nome do apedeuta-mor de todas os documentos, igual àquele faraó do Egito, em os Dez Mandamentos.

E como você não parece ser um autêntico petista como o Sandro Mata Mosquito, eu, se a Dilma for eleita (eu torço para que não seja) e depois de 4 anos for uma grata surpresa para mim, farei o mesmo que você diz que fará, se o Serra for eleito: Eu escreverei um artigo elogioso sobre ela.

Antes que meu tempo se esgote, eu queria me referir a alguns dos comentários feitos (que foram tantos que talvez não me candidate a vereadora de Bom Conselho em 2012, e sim a prefeita de Garanhuns) e penso que merecem uma réplica.

O Roberto Almeida, como sempre parecendo um petista, não perde a oportunidade quando se refere a mim, de elogiar-me. Existem petistas do bem, e se ele fosse um, estaria incluído nesta categoria. Eu apenas digo que sem emoção de que vale a vida? E ser dona de casa me dar tanta emoção quanto viver a política. Aliás, aqui em casa quem manda sou eu, e que o meu marido não me leia, pois ele pensa que quem manda é ele, e vivemos há mais de 30 anos na maior harmonia. O Leonardo Boff disse que vai votar em Dilma porque ela é mulher, já que Marina não conseguiu ir para o segundo turno, é pena que ela não seja também uma dona de casa e que saiba pelo menos fazer o Sinal da Cruz.

Há um Mister Anônimo que levanta uma questão interessante: Por que não abrimos os comentários em nosso Blog? Meu caro MA, pelo número de pessoas que escrevem aqui, seria muito difícil controlá-los. Mas temos algo que é o Mural do Blog com e-mail e tudo, próprio para comentários. Mas, quando eu lançar meu blog, só meu, eu abrirei os comentários, no entanto, só para as pessoas que tenham coragem de se identificar.

Quanto ao Alberto Araújo, que tanto escreveu, para me dar um aviso, se ele fosse meu amigo: “ ... lhe aconselhava a ler e estudar um pouco mais de história, sociologia, e bibliografias antes de dar opiniões fortes como você aqui expressou.” Mesmo não sendo meu amigo, Alberto, eu aceito o conselho, pois nunca é tarde para aprender, mas, o aviso deveria ser dado ao apedeuta-mor, quando ele deixar o governo. Quem sabe ele aparece aí por Garanhuns, para competir com Alexandre pela prefeitura?

Com os comentaristas restantes eu concordo com quase todos nos parabéns ao texto do Alexandre, sem medo e sem ódio, colocando os pontos nos “i”s. Embora não concorde com todos estes pontos. Escreveria mais um tantinho assim para dizer ao Rogério Soares, que a farsa da bolinha, já se comprovou que, os que aparecem no vídeo com aquelas bandeiras, eram da TFP (Tradição, Família e Propiedade), e não do PT, e não era uma bolinha de papel, e sim uma bolinha de cocô (vejam aqui a verdade). Por isso, o apedeuta-mor, não se desculpou pela grosseria que fez ao Serra diante do país inteiro, mostrando realmente que, precisa seguir o aviso do Alberto Araújo. Quanto a isto, vejam o que o Jaques Wagner, um petista que pela declaração dada no Roda Viva da TV Cultura, nem parece ser:

“(Lula) Não precisava ter dito daquela forma. Acho condenável, independente do tamanho da bola, qualquer tipo de agressão. Acho abominável. Devemos investir na palavra para ganhar no argumento. Detesto ofensa pessoal. Qualquer agressão verbal ou material é extremamente mal-vinda para a democracia, disse o governador baiano.”

Bem, meu tempo está acabando, e responderei alguma coisa que possa não ter respondido, em outra pergunta, neste “debate” que só me deu prazer, e espero que ao Alexandre também.

Até a vitória!


Lucinha Peixotolucinhapeixoto@citltda.com

Nenhum comentário: