sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O Sinal da Cruz




Esta eleição para presidente está ficando cada dia mais interessante. A todo momento surgem fatos novos, e as pessoas que escrevem sobre ela, iguais a mim, quase que não podem acompanhar sua campanha no segundo turno pelas nuances que ela apresenta. Neste Blog tentamos mostrar, por “a” mais “b”, desde o início que Marina Silva seria a melhor candidata, sua vitória foi, o que já e muito, foi fazer com que se desmistificasse aquele clima de plebiscito colocado em prática, principalmente, pelo nosso apedeuta-mor, o Lula da Silva.

A ideia de confrontar os dois governos passados com fins eleitorais seria óbvia, se atentássemos para o fato de que nos últimos oito anos, nada foi feito que já não sido feito, ou pelo menos começado em governos passados. Desde que dissemos que o Brasil não era Quixaba (clique aqui), até mostrar a grande novidade da campanha que é a conversão de Dilma ao catolicismo, tentamos mostrar que esta falta de iniciativas originais levaria fatalmente a um derrota do Lula. E ele tratou de me dar razão todo o tempo, concorrendo para que esta derrota ficasse cada vez mais visível. Com a soberba que adentrou em sua pança, ele passou a ser o extirpador de partidos e adversários. Fez da imprensa saco de pancada, como se ele tivesse cacife para tanto. Se ungiu como sendo a “opinião pública”, vejam bem, nem representante era, pois o apedeuta-mor se considerava a própria. Duvidou dos “mal feitos” dos seus asseclas na Receita Federal, que começaram a vender dados sigilosos, como se tivessem na feira de Caruaru. Ainda pisoteou o povo de São Paulo dizendo que fazia questão de entregar a faixa de governador ao indeciso Aloísio Mercadante.

Tudo isto junto me indignou e indignou uma grande parte da sociedade brasileira, correndo para os braços de Marina Silva, que infelizmente não teve tempo para nos salvar completamente. Ficamos com Serra e Dilma. Menos mal, pois não temos mais o Lula, rei da soberba. Agora ele está mais caladinho, mas quando fala, se compara a Jesus e Tiradentes. Pode!? E daqui a pouco os seus seguidores dirão que isto foi invenção da “grande imprensa”.

O faniquito da Dilma no último debate tentando meter o sapatão em Serra, mais uma vez vai contribuir para sua derrota, e provavelmente ela virá integrar a equipe do Eduardo no próximo governo em substituição ao Fernando Bezerra Coelho, que assumirá a presidência do Íbis em tempo integral, visando a eleição para prefeito do Recife em 2012.

Entretanto, tudo isto não foi nada em relação à conversão do poste ao catolicismo. Ela agora quer virar cruz, e convencer a todos que era católica praticante desde a tenra infância. Eu não vou perguntar se ela foi batizada, por que todos fomos. Mas, será que seguiu direitinho os sacramentos da Santa Madre Igreja? Será que ela sabe quais são? Se souber, foi porque sua atual professora de catecismo, a Erenice lhe ensinou, pois como mostramos anteriormente, os Dez Mandamentos ela aprendeu (veja aqui).

Estas coisas podem não ser importantes para todos, mas para os católicos como eu, são de alto significado. Temos medo do fogo do inferno e procuramos viver nossa fé nos mínimos detalhes. Se eu fosse o Zé Serra, se quisesse partir para a agressão como ela fez no último debate, começaria lhe perguntando: “Quais são os Sacramentos da Igreja Católica?” O bom católico tem que saber. Todos sabem que o católico, em sua vida na terra, para está quite com sua religião tem de cumpri-los de alguma maneira “O sacramento católico é um ato ritual destinado aos fiéis, para eles receberem a graça de Deus, e destinado também a conferir sacralidade a certos momentos e situações da vida cristã.” Eles são sete: Batismo, Crisma, Eucaristia, Penitência, Extrema Unção, Ordem e Matrimônio. Não irei detalhar o significado de cada um aqui, mas, perguntaria, qual foi o Bispo que lhes crismou? Pois o meu eu sei e ainda lembro, naquela fila na Matriz de Bom Conselho, o D. Expedito Lopes, depois assassinado por um padre.

O povo não pode é mais acreditar naquela pantomima do Frei Betto, que caiu muito no meu conceito, abordado pelo Zezinho de Caetés (veja aqui). Ele já foi mais cristão do que agora. Hoje ele está sendo um petista puro e não católico, quando tenta corroborar a estória da súbita conversão de Dilma ao catolicismo. E ainda reclamam quando outros padres pregam que não votem na Dilma, dando para isto a mesma razão que usam para o Frei Betto dizer que vote.

Mas, o que me fez sentar neste dia, ainda cansada da comemorações, do Dia da Criança, foi o caso do Sinal da Cruz de Dilma. O Sinal da Cruz não é só um gestual do católico, mas se estende a outras igrejas cristãs. No entanto, ele é praticado, principalmente, dentro do catolicismo. É de uma importância muito grande para nós, podendo dizer que é muito difícil um católico, em algum tempo, não tenha aprendido a fazer o sinal da cruz, como qualquer aula de catecismo ensina. E atrás dele há uma série de princípios e preceitos que envolvem a nós católicos praticantes.

“Jesus morreu crucificado. Por isso, o sinal do cristão é o sinal da cruz. É pelo Batismo que nos tornamos cristãos. Somos batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Somos batizados em nome da Santíssima Trindade. Por isso o sinal da cruz é uma profissão de fé. Fé na Santíssima Trindade, fé no mistério da Encarnação e da Redenção.

O sinal da cruz deve ser bem feito. Com consciência, com fé e amor. Pois é um ato bonito e faz bem a quem o faz e aos outros também. O nosso primeiro ato, ao despertar, deve ser o sinal da cruz, pois é um gesto de confiança e amor, e a noite, adormeçamos sentindo a força de sua proteção. Façamo-lo antes de sair de casa, antes de qualquer trabalho, nas horas difíceis e nas horas de alegria também.

O sinal da cruz é feito da seguinte forma: com a mão direita, levando-a da testa ao peito e do ombro esquerdo ao direito, pronunciando-se, ao mesmo tempo: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Isto significa benzer-se.

Persignar-se é, com o polegar direito, fazer um pequeno sinal da cruz na TESTA, outro na BOCA e outro no PEITO, enquanto se pronuncia: Pelo sinal da santa cruz, livrai-nos Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos. Nossos inimigos, quase sempre, estão dentro de nossa cabeça, como também em nossa própria boca e coração.

A cruz na TESTA nos deve levar a bons pensamentos, puros e nobres.

A cruz na BOCA é para nos livrar da gula, do excesso de apego a coisas inferiores, como, também, preservar nossa língua de toda a maldade e toda a mentira. A língua é uma arma de dois gumes, pois com ela você pode ferir, humilhar, difamar, envergonhar, esmagar, caluniar e matar. Mas com a língua você pode também, ensinar, orientar, animar, consolar, pacificar, abençoar e salvar. Nós somos livres para usá-la.

A Cruz no CORAÇÃO, nos deve levar a ter um coração regido pela lei do Senhor, lei que Santo Agostinho tenta resumir nesta frase: "Ama e faze o que quiseres". Mas cuidado, muitos falam de amor, inclusive os que confundem amor com luxúria, liberdade com libertinagem, paz com acomodação, equilíbrio com mediocridade.

Santo Agostinho disse aquela frase ("Ama e faze o que quiseres"), admitindo um caráter em que a parte espiritual domine. Esta frase se aplica a pessoas inteiramente libertas, libertas pela submissão à Lei do Senhor, à Lei do Senhor que nos pede um coração puro. O Evangelho diz: "Onde está o teu tesouro, está o teu coração". Por isso procuremos "tesouros que as traças não destroem".

Se somos cristãos, procuremos "as coisas do alto". E guardemos puro o nosso coração, "pois dele vêm as fontes da vida". E, então, a nossa capacidade de amar será dilatada. E veremos como é bom ser bom.”


Este texto foi retirado de um site de catecismo católico, como poderia ser visto em qualquer livro do catecismo (algum dia o comentarei com detalhes). Para mim, católica praticante, não há nenhuma novidade. A celeuma que se apresentou no caso da Dilma, foi que ela, fez o sinal da cruz erradamente. Vejam o filme no final e verifiquem que a cruz é feita em cima do nariz, e uma duas vezes no sentido errado. Vejam as figuras abaixo e o vídeo no final para ilustrar o que estamos dizendo (A primeira figura mostra o Sinal da Cruz na Igreja Católica do Ocidente, como vídeo abaixo, e a segunda na Igreja Católica do Oriente).













O Frei Betto, que além de lembrar do catecismo, e todo dia praticar o sinal da cruz, pode dizer que não houve erro algum pois na Igreja Ortodoxa, a cruz é feita da direita para esquerda e a mão não vai ao peito e sim à barriga. E que a Dilma estava prestigiando todas as religiões, fazendo uma cruz de um jeito outra de outro. Esta justificativa pode até aparecer na contra propaganda eleitoral. Mas não me convenceria. Vejam o senhor que está a seu lado, e que deve ter ido à missa mais vezes faz o certo. Não uma vez errada e outra certa. A Dilma não convence. Não passou nem no teste do sinal da cruz.

Por isso digo e repito, a última vez que Dilma foi católica foi na pia batismal, quando foi batizada. Se ela disser que foi crismada, o Serra deve fazer uma “pegadinha” no debate como ela tentou fazer com o Plínio. Pergunte a ela quem foi o seu padrinho de crisma. Provavelmente ela vai dizer que foi Leonel Brizola. Católicos do meu país, por que isto seria uma pegadinha? Quem não souber responder não é católico.

Tudo o que foi escrito até agora não leva ninguém a votar em nenhum candidato só porque é católico, ou não votar porque ele não é. O que ele pede e clama aos céus é para não votar em mentiroso eleitoral, como a Dilma foi levada a aparecer. Soube hoje que ela fez uma reunião com os evangélicos para mostrar que era contra o aborto. O senador Marcelo Crivella estava lá e disse que ela se comprometeu com este princípio. Eu pergunto, estaria lá o tio do senador, o Edir Macedo? (Vejam o filme abaixo).

Quanto aos católicos, como eu, votem em quer quiser, mas por outros motivos, e não porque a Dilma é católica. Isto ela deixou de ser faz tempo. Por isso ainda acho que o Serra é o menos pior. Provavelmente, voltarei à nova Cruzada. Mas defendo que tanto o Estado Brasileiro quanto o Blog da CIT continuem laicos.




















Lucinha Peixotolucinhapeixoto@citltda.com

Nenhum comentário: