quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pai, afasta de mim este cálice...


Eu e o Zezinho de Caetés, ao lermos um manifesto dos artistas e intelectuais em apoio a Dilma, decidimos, pelos lugares comuns nele encontrados, transformá-lo em um manifesto de apoio a Serra. Para mostrar que lugar comum que se preza serve a qualquer senhor. Mudamos o nome de Dilma para Serra, e pronto, ficou um manifesto porreta, porque mais verdadeiro, pois achamos que a Dilma não será capaz de cumprir nada do que ele promete.

Nossa surpresa foi, que algumas pessoas encheram minha caixa postal, com e-mails perguntando como poderiam assinar o manifesto. Eu agradeço o entusiasmo com a candidatura Serra, que hoje é a minha, mas não é um manifesto para assinar no Blog, e sim no dia 31 de outubro, votem em Serra.

Em relação a este manifesto eu disse em algum lugar, que admirava muito o Chico Buarque, mas como pessoa liga à MPB, e citava alguém que disse: “Chico é um ótimo letrista de MPB, um romancista medíocre e um idiota político.” E continuo concordando com ele, principalmente, quando o vejo liderar o manifesto acima, junto com Leonardo Boff, e outros artistas. Como dissidente do PT e eleitor da Marina eu prefiro o Hélio Bicudo.

Agora enviaram um link para o Diretor Presidente, ele não me disse quem, até sobre fontes ele está em cima do muro, que apenas comprava minhas ideias, pelo menos em relação a Dilma, pois acho que será um perigo para o Brasil, e em relação a Chico Buarque, em relação a MPB. Leiam a legenda e ouça a bela música do Chico. Pena que ele, além de ser um idiota político, partiu para o romance.



Eu adorei o Dilma "Roussóff". É a demonstração de admiração e respeito que o Chavez tem pelo o Lula. Não sabe nem pronunciar o nome de sua candidata. Por falar nisso a pronúncia correta de Chaves é “Chaveco”, e a de Fidel é “Fodel” (Obrigada, Zezinho).

Lucinha Peixotolucinhapeixoto@citltda.com

Nenhum comentário: