sexta-feira, 4 de março de 2011

É Carnaval



Aqui em Recife é difícil dizer o contrário desde o início da semana. É carnaval, já há bastante tempo. Os daqui da CIT são todos filhos de Baco e de Momo, com exceção da Lucinha que vai fazer retiro. Então, mesmo não deixando nosso Blog ao léu, suas atividades entram em ritmo de carnaval.

Enquanto isto leiam nossas postagem antigas se sentirem com alguma síndrome de abstinência. Contam que no ano passado, em que demos uma paradinha também, o hospital Monsenhor Dâmasa ficou cheio de gente, pedindo, não camisinha, mas “tarjas pretas”, para crises psicóticas.

Tentaremos de tudo para não deixar vocês só, publicando coisas que não nos tirem da ladeiras de Olinda, pois não vamos a Bom Conselho. O Paga-Nada não existe mais e não vi nenhuma programação do Clube dos 30.

Diretor Presidente – diretorpresidente@citltda.com

5 comentários:

Ilha de Pala disse...

Sr. Diretor Presidente,
Esse vídeo é uma belezura. Belas imagens da terrinha e frevo do bão. Já mandei um play nele pelo menos umas três vezes. Todas as vezes que o helicóptero aterriza eu fico na esperança que a porta dele abra e desça algum citeiro, mas nada. Oxente! A porta tá quebrada? Se o bichin descer aqui na minha Ilha eu vou abrir a porta dele, visse, e convidar os citeiros para tomar uns goros. Hahahahaha....
Se vocês estivem precisados de um preparador físico para deixar as canelas de vocês porreta pra subir as ladeiras de Olinda é só me chamar que eu vou... Só não tem jeito de preparar a Lucinha para o retiro que ela vai fazer. Desse eu me retiro, pois sou retirante. Hahahahaha... Brincadeirinha.
Bom feriadão a todos,
Roberto Lira

José Fernandes Ccsta disse...

Prezados Roberto Lira e Diretor-Presidente: fiquei frustrado, porque - 1. NÃO vi o parque de "diversão", do qual tanto se fala MAL. Cadê o "mostrengo retorcido"? O piloto do helicóptero NÃO nos mostrou. – 2. Ainda, frustrado porque NÃO saiu ninguém da CIT de dentro do helicóptero, mesmo que disfarçadamente. Como estamos no carnaval, poderia qualquer um anônimo sair de máscara. E estaria protegido para todos os efeitos. - Mas se pode justificar essa falha, assim: porque pseudonímicos NÃO podem aparecer. Porquanto, estes NÃO têm a personalidade civil exigida para exercer direitos. NÃO podem fazer-se representar; NEM podem representar alguém para exercer um mínimo direito. Para tal mister, ele, o pseudonímico precisa qualificar-se, isto é, identificar-se etc.! Se isso ocorrer (identificação), o usuário de pseudônimo passa a ser sujeito de direitos, ativa ou passivamente! NÃO obstante, ele está sujeito à ação penal, caso seja alcançado por alguém a quem tenha caluniado, difamado ou injuriado. – SEI que tal hipótese NÃO se aplica ao Diretor-Presidente! - Contudo, preferi pronunciar-me para levar esse assunto (sobre pseudônimos e anônimos) a debate. – Como pode um anônimo ou pseudonímico se fazer representar em qualquer evento? - José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br

José Fernandes Ccsta disse...

...mais um pouco, se me permitem: Já que ele (o pseudonímico) NÃO pode apresentar-se, teria de passar procuração para que alguém o representasse em dado lugar! Mas NÃO pode. – Como exemplo: numa reunião de blogueiros, os anônimos e pseudonímicos NÃO podem votar, NEM externar seus pensamentos. – Por conta dessa condição oculta, os que se utilizam dos serviços do “Disque-denúnica”, com inúmeras denúncias FALSAS, vale frisar, NÃO servem de base para a propositura da ação penal. - Já que eles NÃO podem chegar como testemunhas, a polícia, que é muito "bem educada”, cobre o denunciado a cacete, para tentar uma confissão. Se o miserável confessar, debaixo de vara, será aberto o processo penal. Mas, em Juízo, se a denúncia é FALSA, ele vai negar, que NÃO é tão burro assim. – Então, cadê a prova para o curso da ação? – É ISSO./. – José Fernandes Costa jfc1937@yahoo.com.br/

Diretor Presidente disse...

Caros conterrâneos comentaristas,

Neste plantão que estou em pleno carnaval, quero agradecer os comentários, sugestões e conselhos. Tentei produzir um comentário descente em poucas linhas, mas não consegui (será a convivência com a Lucinha Peixoto?). Terminei produzindo algo maior e que não ficou pronto. Resolvi publicá-lo amanhã como uma postagem normal.

Ambos, o Roberto Lira e o José Fernandes, sabem que podem usar o blog, e não só os comentários quando assim preferirem. Portanto, escrever uma postagem normal, não é apenas meu privilégio, mas, de todos os homens de boa vontade. Um abraço

Diretor Presidente.

José Fernandes Ccsta disse...

Caríssimo DP: suas postagens são normais e decentes. - Reli a matéria e revi o aviãozinho. - Admirei-me com a técnica adotada nas evoluções do helicóptero! E com a beleza dele. Porque, nessa arte de evoluir em computador, eu sou 0 vezes 0. - Quando vi o aviãozinho chegando à Igreja Matriz, lembrei-me do meu batizado, que ali ocorreu, quando eu NEM sabia que era gente. E só soube que fui batizado, quando fui casar e me pediram o batistério. - Por fim, fico bastante agradecido pelas suas palavras, franqueando-me o blog. - De você, NÃO iria esperar o contrário. Jamais. - Abraço, José Fernandes Costa, de Recífilis, a venérea brasileira./.