segunda-feira, 11 de abril de 2011

Será que encontraram o túmulo do timbu?



Este fim de semana foi terrível para nós, que somos torcedores do time do timbu. Tudo já era mais ou menos previsto. O Sport está no G4, ou seja, vai, como dissemos, aumentar os níqueis da Federação e dos clubes, pois indubitavelmente, ele dará mais renda do que se o Central houvesse se classificado.

Mais ainda, o Náutico perdeu do América. Penso que isto faz uns 50 anos que não acontecia. E não me venham falar que era o time reserva, etc. etc. Quem não tem competência não se estabelece. Segundo o técnico tudo se justifica pela participação na Copa Brasil. O porquê todos já sabem, é mais dinheiro em caixa. Que importa a história do clube ao perder para o laterna do campeonato?

Lembro uma vez que o Náutico perdeu para o Íbis. Era o torneio início, como chamavam uma espécie de competição onde todos os times participavam, como uma espécie de apresentação dos jogadores a todas as torcidas. Era bonito de ver. Os melhores padrões de camisas, bandeiras, e até brilhantina no cabelo de alguns jogadores mais vaidosos. Não eram partidas normais, eram mais curtas, e tinham suas regras próprias para propiciar o espetáculo mais rico aos torcedores. E o seu resultado ficava para história dos clubes. Por exemplo, dizia-se Ferroviário, campeão do torneio início de mil novecentos e tantos. Tudo está lá registrado. Até a derrota para o Íbis, o pior time do mundo. Ontem perdemos para o segundo pior, o América. E história do clube? Qual nada, com o dinheiro que entrará com o Sport no G4, todos esquecem.

Entretanto, o que mais me preocupa é o efeito do pagamento do boi sobre os resultados do Sport. Parece que o Pai Carlos fez tudo direitinho, e Exu aceitou o pagamento de bom grado. O Sport só sobe neste final de campeonato. Hoje já não se houve mais as piadinhas sobre o boi do Sport, feitas até por mim. Já respeitamos o boi. Quem sabe ele ainda poderá ser campeão. “Casá, casá, casá, a turma é mesmo boi é mesmo da fuzarca, o boi, o boi, o boi.” Já se houve o novo grito de guerra da torcida rubro-negra, mostrando os chifres.

Eu, de minha parte ainda tenho esperança naqueles que enterraram o timbu coroado durante o hexa, e cujo esconderijo ainda nos dá o privilégio do lema “hexa é luxo”. Embora, alguns amigos, que sabem onde o túmulo do nosso salvador está, já viram o Pai Carlos rondando perto do local. Se ele descobriu e desenterrar o timbu, não tem jeito, perderemos o hexa. A esperança é reforçar o dinheiro para blindar o túmulo. E também, haja reza.

Jameson Pinheiro

Nenhum comentário: