segunda-feira, 30 de maio de 2011

Pastoril, Poesias e a Política de Bom Conselho



Ontem fiquei de plantão outra vez no Blog da CIT. Quando isto ocorre, leio mais, e não necessariamente livros ou revistas de papel. Leio blogs e sites principalmente. Sempre leio agora a AGD e sua seção de Notícias e Deu nos Blogs.

Encontrei então uma postagem do Blog do Cláudio André, o Poeta. Seu título era uma pergunta (CADÊ A FORÇA POLITICA DE BOM CONSELHO?) e quase todo o texto é um punhado delas, que desafiam há muito tempo as mentes dos cientistas políticos voltados para Bom Conselho, que é uma terra com a maior densidade de políticos por metro quadrado do mundo.

Além do que aprendemos, todos nós aqui do Blog da CIT, com o colega e amigo Zezinho de Caetés, ele nos deu o que chamou de artigo Pastoril, que segundo ele é um diálogo entre pessoas, que para evitar citar quem está falando a cada linha, usamos as cores azul e encarnado para identificá-las. Não é uma ideia original, a não ser o nome. Um blog do sul já usa este artifício mas não o chama de pastoril por não conhecer a beleza deste folguedo popular.

Resolvemos ontem mesmo fazer um pastoril com o Poeta, que espero não seja o Pastoril do Velho Faceta. O Poeta é do cordão encarnado e eu sou do cordão azul.



O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, esteve em Bom Conselho no dia 20 de novembro de 2009, visitando a empresa Perdigão e de lá para cá não visitou mais a terra de Papacaça. Será que a vinda do governador será só no próximo ano?

A pergunta do Poeta é de um otimismo atroz. Por que o governador iria no próximo ano lá em Bom Conselho? Ora, se em 2010 ele não foi, quando era candidato a governador, por que ele iria agora? E não foi por que? Porque ele já sabe que em Bom Conselho já está tudo dominado. Igual ao Brasil a oposição é tão pouca que cabe num carro de boi. E veja o que deu. Quem deu a Judith os 4000 votos de dianteira do qual você tanto fala? O povo de Bom Conselho. E o governador, caro Poeta, é o homem mais pragmático, em termos políticos que já conheci. Igual ao seu avô que já sabia que “macaco velho não bota a mão em cumbuca”.

Será que o governador não tem sabido da realidade de nossa terra?

Tem nada, Poeta! Nem lhe interessa. A quase totalidade de votos que ele recebeu no ano passado, mais a crença bovina da oposição em termos municipais de que quem é contra Eduardo é contra Deus, é a única realidade que ele conhece. Para que conhecer outra?

Será que Eduardo não sabe que Bom Conselho está sem o Corpo de Bombeiros há trinta dias?

Eu realmente não sei a utilidade desta grande corporação em Bom Conselho, pois não me informei, se eles fazem mais do que tirar casa de maribondos ou gatos das árvores. Sei que algum dia a cidade poderá até ter incêndios maiores do que aquele que devastou as árvores da serra de Santa Terezinha, sobrando só a Igreja, deixando mais um morro careca. Mas, concedo o benefício da dúvida, dizendo que ela está pronta para o combate ao fogo. Agora, nobre Poeta, por que o governador deveria saber sobre o Corpo de Bombeiros em Bom Conselho, se as escolas estão sem merenda e os professores ganhando um miséria, e ele sabe e finge não saber?

Aonde está a força politica de Bom Conselho?

Onde sempre esteve caro Poeta. No passado. Que me lembre, sem querer ser historiador, a única época em que Bom Conselho teve força política em relação ao governador, ainda foi na época do Coronel Zé Abílio. E lhe confesso, não tenho muitas saudades, daquele tempo.

Cadê os ex-prefeitos que dizem que amam Bom Conselho?

Isto é muito fácil de responder, pois são todos, e tem endereço certo e sabido. Você já viu algum ex-prefeito dizer que não ama Bom Conselho? Ou melhor, você conhece alguém que nasceu aí na terra, fora Dantas Barreto, dizer que não ama Bom Conselho? Agora os que amam, podemos contar nos dedos da mão esquerda (ou direita?) de Lula.

Por que não se juntam a prefeita Judith Alapenha e pressionam o Governo do Estado para voltar com Corpo de Bombeiros?

A pergunta poderia ser feita ao contrário, por que a Judith Alapenha não convoca os ex-prefeitos, ex-vereadores, ex-padres, excomungados, todos enfim para pressionar o Eduardo a tomar providências a respeito do Corpo de Bombeiros? Tanto à primeira pergunta com à segundo a resposta seria: Porque seria inútil. As mangueiras de Eduardo estão todas voltadas para apagar o fogo em cidade maiores onde o PSB, ao ganhar em 2012, mostre visibilidade em sua campanha para presidente.

O governador sabe que o posto policial de Rainha Isabel está fechado?

Claro que não sabe e nunca quererá saber, e até deve ter raiva de quem sabe, pois nem os deputados que Bom Conselho ajudou a eleger sabem disto. Quer apostar?

Eduardo sabe da importância de Rainha Isabel para Bom Conselho?

Ora, se os próprios bom-conselhenses não sabem a importância que Rainha Isabel tem para Bom Conselho, pois ninguém até hoje contestou sua tentativa de emancipação, por que o Eduardo saberia? Ontem respondi, a contragosto uma enquete no Blog do Felipe Alapenha, que sucedeu o Blog da Prefeita, onde ele já coloca quais os candidatos que escolheríamos para ser prefeito do ex-distrito, sem antes perguntar aos bom-conselhenses se eles são contra ou a favor da emancipação (AGD, taí uma boa enquete, já que agora vocês entraram no ramo).

Cadê os deputados que foram eleitos com os votos dos bonconselhenses?

Não sei e nem é importante saber.

Cadê os deputados Isaltino Nascimento, Raquel Lyra, Leonardo Dias, Wolnei Queiroz, Ana Arraes e tantos outros que "mendigaram" os votos do povo de Bom Conselho?

Todos empenhados em livrar a cara do Ministro Palocci da enrascada em que ele se meteu, no plano federal e no plano estadual cada um interessado nos seus municípios de origem ou em brilhar com promessas nos seus cargos administrativos. O último deputado que nasceu em Bom Conselho, se não me engano, foi Walmir Soares, cujo partido, o DEM, luta para continuar existindo, mais vai ser difícil. Alguns outros, de Bom Conselho que o foram mais recentemente tinham sua força eleitoral noutros municípios. E não serviram muito para dar grande poder político a Bom Conselho.

Cadê a Câmara de Vereadores e a sua força como Poder Legislativo?

Ora, Poeta, pelas suas próprias postagens, pois você é único que traz notícias do poder legislativo da cidade, que não sejam notas oficiais, este poder, tem tudo menos força política, nem mesmo com o executivo municipal, que elegeu com uma facilidade incrível o seu favorito para presidir a câmara. Não é você que diz que em 2012 a chapa oficial será o Arlan e mais um?

Sumiu todo mundo?

Ver o cordão azul na dança da pergunta anterior.

Pelo o jeito mais uma vez o eleitorado de Bom Conselho, a exemplo de outros municípios brasileiros, foram ludibriados com promessas obsoletas.

Desta eu gostei, Cláudio André! Curto, grosso, direto e verdadeiro, com exceção do “pelo jeito”. Não é só pelo jeito. É assim mesmo. E se você mantiver esta linha de cobrança como imprensa livre que é, temos chance de mudar. Mas, será que amanhã você não irá publicar uma postagem dizendo que a prefeita é predestinada e que já está com milhares de votos na frente? Ou que os vereadores são leões no trabalho e são todos abnegados e trabalhadores do povo? Estamos mesmo precisando de uma imprensa mais independente dos poderes públicos. Responsável sim, mas, independente, também.

Você, caro leitor, deste humilde blog, não acha que está na hora de aprender a votar não?

Informar e até ensinar ao eleitor é uma tarefa da imprensa escrita falada, escrita e blogada de Bom Conselho. Inclusive, nossos blogs hoje tem uma grande responsabilidade nisso. E independência, ausências de proselitismo, lealdade aos fatos e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém, muito menos aos eleitores. Deixo o poeta finalizar com o outro poeta:

Finalizo com um trecho da poesia de Carlos Drummond de Andrade: " E agora, José? Cuspir já não pode mais..."

Diretor Presidente

Nenhum comentário: