segunda-feira, 4 de julho de 2011

Comentários no Blog do Roberto Almeida



Todos sabem que gosto de comentar no excelente Blog do Roberto Almeida de nossa vizinha cidade de Garanhuns. Lá nunca fui censurada mesmo quando não concordo com ele, e isto, discordar dele, já ocorreu em várias ocasiões. Ao contrário do seu “cumpade” Ronaldo César, ele é um democrata, e não faz tudo por dinheiro. Embora não seja só por isso que por lá comento. Talvez o principal motivo é que o Roberto é instigante e parece escrever matérias que chamam efusivamente meus comentários.

Ontem, além de instigante, penso que o Roberto foi provocador. Em apenas duas postagens ele me fez perder a Dança dos Famosos do Faustão para comentá-las. Estava possessa. Em escrevi aos turbilhões. Óbvio que o Blogger (esta linguagem blogueira já quase domino) não permite escrever demais, ou seja, não foi feito para mim. E fui além do previsto. Então dividi o comentário pelas duas postagens. Como podem não ser assim bem entendidos estou tentando publicá-los aqui.

Sendo hoje já um outro dia, corrigi uns errinhos básicos neles sem acrescentar nada, mas, coloco os links para os textos originais do Roberto (aqui, e aqui), pois comento sobre alguns comentários já existentes na matéria.

[comentários]

“O Roberto desta vez se excedeu. Eu não sei onde ele foi buscar informação para dizer que o Forrópior, como alguns estão chamando foi bom. Roberto, há uma enquete em curso na A Gazeta Digital, até agora, os resultados parciais não confirmam nada de bom no Forróbom. Pelo contrário, tudo indica que o zero está prevalecendo. Qual a sua nota, Roberto, para os dias em que você esteve lá brincando e forrozando. Você leu o Blog do Poeta?

Tenho certeza a informação lhe foi repassada pelo Felipe, meu menino, que não poderia dizer outra coisa. Roberto, o menino é filho da Mamãe Juju, mas, você é um jornalista. Precisa de mais fontes para citá-las se quiser continuar com o crédito de seus leitores, inclusive o meu. Dizer que a prefeita conseguiu fazer uma festa melhor com os cortes de recursos é apelar para milagres, não condizentes com este mundo profano. O Forróbom tornou-se a saúva de Bom Conselho. Lembram, ou Bom Conselho acaba... etc. etc.

Leia os blogs de Bom Conselho Roberto, não só o do Felipe, meu menino, mas outros poucos que tiveram acesso à festa do “povo”. Veja a insegurança e a falta de público. Público é média e não um dia. Eu, Roberto, não vou dar muito crédito à alguma matéria sua que avalie o FIG, depois de uma avaliação como essa do Forróbom. Vou acreditar muito mais na do Altamir Pinheiro, pelo menos ele ainda não avaliou o Forrópior de uma forma tão parcial.

O Roberto não se excedeu só nesta postagem. Na anterior sobre os seis meses da Dilma Roussef, não fica claro se ele concorda ou não com o Kennedy Alencar. Penso que concorda, pois para receber as homenagens do Sr. Ccsta, é provável que o tenha feito. Se o entendi mal Roberto, se foi apenas uma citação sem revelar seus valores, me perdoe. Mas, concordar com este Senhor Kennedy, com esta sua argumentação é dose para leão ou para leoa, para seguir o hábito do poste de colocar sempre o feminino para dizer que valoriza a mulher.

Desculpe por citar o gajo que se diz jornalista, se você achar o comentário muito grande não o publique. Vejam o que ele diz:

“O pior momento de sua administração aconteceu por razões sobre as quais a presidente tinha pouca responsabilidade. Foi um erro nomear Antonio Palocci Filho para a Casa Civil e concentrar tanto poder na pasta? Hoje parece fácil responder afirmativamente.

Palocci, porém, cumpriu um papel fundamental na campanha e na formação do governo. Estabeleceu os laços necessários com o grande capital que sempre namorou José Serra, o candidato do PSDB em 2010. O sorridente Palocci se desgastou ao represar a sede peemedebista por espaço no governo. Enfim, ele foi útil à presidente enquanto manteve condição política de permanecer à frente da Casa Civil.

Palocci caiu porque o padrão ético da política brasileira vem melhorando paulatinamente. A sociedade não aceitou o silêncio do ministro a respeito do meteórico enriquecimento.”

Estes três parágrafos foram escritos para quem não tem nenhum espírito crítico, ou seja os petista de pura linhagem. Pois só alguém muito tapado, tentaria elogiar um presidente dizendo que ela não teve responsabilidade por nomear um ministro. E de quem foi a responsabilidade Kennedy? Do Lula? Não, foi do PMDB que se tornou a Geni para justificar fracassos do governo da Dilma. Talvez ele até tenha razão num ponto. Que o padrão ético do governo petista vem melhorando, pois com o Lula chegou ao fundo do poço. Mas, não esqueçam que quem colocou a Dama do Poste lá foi ele, e é chamado sempre para resolver os casos que ela não consegue resolver.

O que ele diz depois disto não mereceria nem ser lido. Mas o Roberto Almeida leu e arremata:

“O artigo acima do jornalista paulista foi escrito antes do esquema descoberto no Ministério dos Transportes. Não muda muita coisa, até porque a presidenta agiu de uma forma surpreendentemente rápida, de modo a afastar os larápios. Mostrou mais uma vez autoridade e que não vai tolerar espertinhos ou gatunos no seu Governo.”

Caro Roberto, tenha santa paciência. Ela não foi tão rápida no caso da Erenice, que até hoje continua aí lépida de fagueira. Realmente, amigo Roberto, agora você se excedeu.

Lucinha Peixoto (Blog da CIT)”

[volto já hoje]

Não deixem de ir lá nas postagens originais do Roberto. Leiam os outros comentários. Tanto em relação ao Forróbom quanto em relação ao governo do poste e vejam se alguém acredita nos dois. Por isso concluo dizendo mais uma vez, que o Roberto se excedeu.

Numa coisa o Roberto continua o mesmo, um democrata felpudo que continua me publicando e também ao Sr. Ccsta. Este só pode ser porque a opinião dele já vale tanto quanto uma nota de 3 reais, pela sua parcialidade em relação aos governos Dilma e da Mamãe Juju. Será que alguém de bom senso ainda pode acreditar no que ele escreve? Penso até que, agora antes de escrever ele telefona para o Felipe para que este autorize a publicação. Meu Deus, submissão assim faz até mal. Espero e rezo para que o Roberto, um dos grandes jornalistas da cidade não se passe nunca agir de um forma como esta.

Hoje já vejo um comentário do Afonso Didier, que também foi feito ontem, mostra a realidade do Forróbom, e Deus permita que em 2012 ele ganhe a aposta que faz, seja com Zenício ou com qualquer outro que traga Bom Conselho de volta. É uma pena que eu esteja impossibilitada de lutar lado a lado com a oposição. Certas, horas apostar não chega nem ser um pecado venial quando as chances são mais iguais. Mas, do jeito que está o Didier incorre em pecado mortal, pois já sabe que vai ganhar. Longe de mim neste caso dizer que ele está errado. Isto é uma tarefa para o Padre Nelson.

Lucinha Peixoto

---------

(*) Foto do Roberto Almeida retirada do seu Blog.

Um comentário:

FRANKENSTEIN disse...

Pessoal do Blog da Cit, nos arquivos de voces não tinha uma fotozinha mais agradavel não. Porque essa tá parecendo mais uma pessoa saindo de um sarcófago. tá horrivel, com todo respeito que o dono da cara merece.